Recentemente, João Guilherme estreou nas passarelas da SPFW após conquistar espaço no mundo da moda e, em entrevista nesta terça-feira (29), refletiu sobre seu comportamento e o visual, admitindo que acha importante influenciar outros homens a se vestirem de maneira mais liberal.

Em conversa com a Quem, o jovem de 20 anos contou: “Nunca me vi como um cara que quer levantar bandeira e quebrar barreiras, mas acabo fazendo isso. Não vou deixar de me vestir como quero, de me posicionar porque não concordam comigo… A unha é minha, pinto mesmo. Aliás, eu tenho um propósito maior para pintá-las, parar de roer unhas. Comecei a pintar por causa disso e consegui parar de roer unha pela primeira vez“, relatou ele, que mantém uma personalidade similar à de Enzo Celulari.

João também acrescentou que não se incomoda com comentários desnecessários, mas se importa com comentários construtivos: “Fico feliz ao saber que tem gente que se inspira e se sente mais confortável em usar também a unha pintada ou roupas como as que uso. Quando as pessoas forem elas mesmas e forem felizes com elas, vai ser tudo muito melhor“.

Mais cedo, o pai de João Guilherme, Leonardo, decidiu se manifestar sobre as polêmicas a respeito de sua relação com o filho. À bordo do Navio Cabaré, o sertanejo concedeu entrevista à coluna Leo Dias. Ele comentou: “Eu acho o João Guilherme muito sincero, eu acho que ele fala o que ele pensa, ele é um baita de um moleque. Você perguntou se tem alguém que parece um pouco comigo, ele é meio bocudo”, brincou. “Meio falador e parece um pouquinho por esse lado. As ideologias dele, eu não tenho nada a ver com isso, isso é dele, ele já é de maior. Eu apoio as coisas certas que ele faz, se fizer coisas erradas eu jamais vou apoiar, nem a ele e nem a ninguém”, frisou em seguida.