Natalie Portman, para viver o papel de Jane Foster do longa-metragem ‘Thor: Amor e Trovão’, passou por um longo processo de mudança corporal. Foram cerca de 10 meses de muita dedicação, treino pesado e dieta focada em alimentação equilibrada que incluía shakes de proteína com o objetivo de ganho de massa magra muscular para compor um visual que acompanhasse seu companheiro de cena Chris Hemsworth, o Thor.

 

O responsável pela Marvel, Kevin Feige, durante entrevista à Total Film, garantiu que o único efeito especial utilizado na atriz Natalie Portman ao dar vida a Jane Foster foi em relação à sua altura: “A única coisa que ajudamos foi tornar a Poderosa Thor um pouco mais alta. Essa foi a única magia de filme que usamos. Todo o resto era tudo dela”, afirmou Kevin.

O uso do efeito especial foi imprescindível porque a atriz tem apenas 1,60 de altura, em desacordo com a altura idealizada para a parceira de Thor, que tem cerca de 20 centímetros a mais que Portman. Em entrevista ao portal Variety, Natalie Portman revelou como a equipe de produção consegue deixá-la aparentar maior altura na personagem Jane Foster: “Nós ensaiamos a cena, eles viam o caminho, e então construíam um que estava a um pé [de distância] do chão ou qualquer outra coisa, e eu simplesmente caminhava sobre isso.”, confidenciou.

A atriz continuou falando sobre a importância do preparo físico: “Tivemos dublês incríveis que fizeram as coisas realmente difíceis, mas ainda há muita corrida, saltos e lutas com espadas e martelo. Foi definitivamente útil ser forte. Ter esse peso da capa o dia todo, você quer ter alguma força na parte superior do corpo."