Se você assistiu o BBB 21 e não acompanhou o conflito entre Karol Conká e Lucas Penteado, tem algo de errado. O programa começou “parado”, mas foi se desenrolando e criou uma treta das grandes. O brother, após causar em festas, se desentendeu com quase todo mundo e entrou na mira de Nego Di, Projota, Lumena, alguns dos ‘vilões’ desta última edição.

Lucas desistiu, mas Karol permaneceu e foi eliminada com o maior índice de rejeição já visto em um Big Brother: 99,17%. Agora, pouco mais de um ano depois, Conká irá abordar novamente o assunto em sua nova música, “Paredawn”. No Twitter, ela destacou que sua vida é feita de capítulos e que também é importante rir de si mesmo após passar por dificuldades.

“Graças a Deus e ao reconhecimento de vocês, eu tive forças para compor um novo álbum, em um momento que eu me sentia vulnerável. Durante esse processo, as minhas reflexões me serviram de inspiração, e a cada linha escrita, eu me sentia aliviada e desapegada do peso de ter vivido uma das maiores experiências da minha vida”, escreveu Karol.

Em um trecho da letra, Conká afirma: “Fiquei montada na soberba, passei por cima de mim mesma. Toda c*gada na casa e me achando, do lado de fora, o povo cancelando. Ódio coletivo é moda, o hype do momento, o novo movimento. Atira a primeira pedra aquele que nunca tomba”. Ela já tinha abordado o tema em “Dilúvio”, mas agora foi mais direta e abriu o jogo.