Na manhã desta segunda-feira (25), em participação ao programa 'Mais Você', da Rede Globo, comandado por Ana Maria Braga, o ator Juliano Cazarré abriu o coração e falou sobre o preconceito sofrido por ele no meio artístico depois que assumiu publicamente sua religião: o catolicismo. Em um bate-papo com a apresentadora, o artista disse que sofre retaliação dos colegas de profissão devido à sua religiosidade.

"Não é uma caminhada fácil se assumir católico no meio artístico, as pessoas estranham muito. Eu levo umas pauladas de vez em quando. Engraçado que quando eu voltei para igreja, já fazem vários anos, eu falei 'que legal, eu tô voltando para a igreja do Brasil, vai ser muito bom, eu vou receber muito carinho'. Mas recebo cada paulada, também, cada pedrada", disparou o ator.

Segundo o relato de Juliano Cazarré, a conversão a religião Católica, inclusive, ajudou na formação de sua família e na relação com a esposa Letícia Cazarré, com quem tem cinco filhos frutos dessa união:  Vicente, Inácio, Gaspar, Maria Madalena e Maria Guilhermina.

"A gente teve o Gaspar, foi se convertendo, e pensou: 'É, vamos ter os filhos que Deus mandar'. Onde come um, come quatro, come cinco, vamos nessa", contou Juliano, que não conseguiu conter a emoção ao receber um presente das mãos de Ana Maria Braga: uma figura de São José, seu santo de devoção. "Meu paizinho, São José", disse Cazarré, com a voz embargada.