O Twitter, comandado por Elon Musk, deve sofrer mudanças radicais nos próximos meses. Ele adquiriu a empresa de forma definitiva e já deixou bem claro que vai deixar a rede social com a “sua cara”. O magnata defende a liberdade de expressão com unhas e dentes e quer reavaliar todas as contas suspensas, podendo desfazer milhares de banimentos.

Ajustar esse processo levaria pelo menos algumas semanas, tuítou Musk. Anteriormente, o homem mais rico do mundo disse que não deveria banir permanentemente seus usuários e que reverteria o banimento de Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos. Como se já não bastasse, Elon também polemizou ao cobrar um valor pelo selo verificado.

Twitter Blue será relançado no fim de novembro, garante Musk

O CEO das empresas Tesla afirmou que o novo Twitter Blue será relançado no dia 29 de novembro: “Adiamos o relançamento do Twitter Blue para 29 de novembro para garantir que seja sólido como uma rocha”, publicou. A nova onda de contas verificadas tem gerado enormes confusões na rede social, já que algumas estão fingindo ser governos ou entidades.

Para diferenciar, Musk criou uma espécie de “segundo verificado” para grandes empresas, que diz se a conta realmente é oficial. Se o usuário clicar no selo, é possível ver se o perfil está pagando ou não. Famosos e marcas já sofreram com inúmeras brincadeiras nos últimos dias, como o personagem Mario Bros (Nintendo) e também o jogador de basquete Lebron James.