O Instagram passará por fortes transformações no próximo ano. Como de praxe, as redes sociais sempre anunciam mudanças significativas anuais para ressignificar suas plataformas e deixá-las mais atualizadas com os propósitos das pessoas. Nesta quarta-feira (29), o chefe da comunidade digital, Adam Moseri, forneceu mais detalhes sobre o futuro da plataforma e qual será sua trajetória para o próximo ano.

“2021 foi um grande ano e 2022 será ainda maior. Precisaremos repensar o que o Instagram é, porque o mundo muda rápido e nós temos que acompanhar”, disse na publicação. A plataforma manterá o foco em vídeos, especialmente o Reels, já que ela não é mais só “um app de compartilhar fotografias”. Todos os formatos de posts serão retrabalhados “em volta” dos vídeos curtos.

Em segundo lugar, o Instagram vai “focar bastante em mensagens”. Mosseri diz que o papo em texto é a principal forma de contato online entre pessoas e, pensando nisso, a rede social da Meta poderia ser o melhor lugar para esse tipo de conexão. “O Instagram precisa entender que mensagens é a principal forma de comunicação online”, comentou o chefe da rede.

Também haverá um esforço para construir mais ferramentas de controle, mas agora com foco em transparência. O chefe da plataforma diz que as pessoas precisam “entender como o Instagram funciona” e como elas interferem nesse funcionamento para “moldar o programa da forma que elas quiserem”. Por fim, criadores de conteúdo também serão uma das prioridades do ano. A rede de fotos e vídeos curtos tentará construir mais formas de se fazer dinheiro com conteúdo digital

Quem acompanha o Instagram diariamente consegue perceber  que o Reels é a principal aposta do momento e o anúncio de Mosseri reforça essa noção. A plataforma deve construir ferramentas ainda mais robustas para criação e edição de conteúdo, tanto para diversificar o leque de recursos para criadores de conteúdo quanto para tomar a dianteira contra o TikTok.