As celulites são popularmente conhecidas como os buraquinhos, mais presente nos corpos das mulheres por transformações da pele. Só que apesar do crescimento do movimento body positive, feito para defender a aceitação do corpo como ele é, muitas ainda se queixam das marcas e recorrem a procedimentos. O drama para remover as celulites movimenta o mercado de tecnologia estética, que sempre traz novidades para a área. Mas a procura pela remoção das celulites vai além da estética.

Como é o caso das celulites infecciosas. Qualquer fissura na pele é uma porta de entrada para penetração de bactérias, especialmente a Staphylococcus e a Staphylococcus Aureus, onde pode resultar na celulite infecciosa. “É comum que as mulheres busquem tratamentos para remoção de celulite não só para se sentirem bonitas, mas também como prevenção da sua própria saúde”, diz Dr. Roberto Chacur, criador do método GoldIncision®.

O método GoldIncision®, criado pelo Dr. Roberto Chacur, permite não apenas o tratamento para celulite, mas também a definição do contorno corporal e a melhora da qualidade da pele. O tratamento é realizado no consultório com anestesia local, paciente em pé e acordada, sem internação, sem cirurgia e em cerca de uma hora, podendo ser até mesmo no seu intervalo de almoço. Já foram mais de 6 mil tratamentos até hoje.

 

Cuidados que ajudam

O sofrimento da celulite infecciosa é algo que as mulheres buscam evitar. Vermelhidão, calor, edemas e dor são alguns dos sintomas que incomodam, e o tratamento é realizado por meio de antibióticos. Alguns cuidados que podem ajudar a evitar esse tipo de edema: hidratação na pele, evitar pele muito seca, e se tiver fungo na unha é preciso tratar. Tem que estar com a pele íntegra para evitar a penetração das bactérias que causam a celulite infecciosa.

Ele lembra que o método não é indicado para tratamento dessa doença, mas pode ser indicado para quem quer evitar fissuras na pele, e então se proteger de qualquer entrada de fungos. “É importante destacar que o bem estar e a saúde vem sempre em primeiro lugar”.