O reumatismo é um termo muito utilizado para caracterizar doenças que afetam articulações, músculos, ligamentos, tendões e o esqueleto. É muito comum associar ao envelhecimento, mas o que muitos não imaginam é que crianças também podem ser afetadas por alguma doença reumática na infância.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, pelo menos uma criança a cada 500 é afetada por uma doença reumática. Entre as mais comuns estão: a artrite crônica da infância, o lúpus e a vasculite. Em qualquer uma dessas doenças é necessário um cuidado especial para evitar agravamento e facilitar o tratamento, pois muitas podem se prolongar à idade adulta.

As doenças reumáticas na infância apresentam-se de diferentes formas e com sintomas que podem ser comuns em outras condições, como febre, manchas na pele, mal-estar, fraqueza, além das manifestações articulares. Além disso, é importante observar sempre se a criança apresenta alguma dificuldade para realizar tarefas do dia a dia.

A Sociedade Brasileira de Reumatologia alerta ainda que a avaliação adequada de um especialista, como o reumatologista pediatra, é importante para garantir o diagnóstico e tratamento precoce de um amplo conjunto de doenças crônicas e inflamatórias que podem surgir nessa fase da infância.