Durante a última sexta-feira (15), Técnicos do Ministério da Saúde liberaram a vacinação para crianças de 3 a 5 anos com CoronaVac. Segundo informações do site "IGSaúde", ainda não há uma previsão de quando o Ministério anunciará de forma oficial a decisão, mas a nova pasta, que deve ser publicada na semana que vem, conterá orientações para  estados, Distrito Federal e municípios na aplicação de doses no público infantil.

Ainda durante ontem, sexta-feira (15), a cidade do Rio de Janeiro se tornou a primeira capital a vacinar crianças de 3 e 4 anos com a CoronaVac. Os mais novos começarão a receber a vacina a partir da próxima quarta-feira (20), enquanto os mais velhos já começaram a receber o imunizante. O prefeito Eduardo Paes compartilhou em suas redes sociais o calendário de vacinação.

O político não esperou a decisão do Ministério da Saúde, se baseando no aval da Anivsa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que ocorreu na quarta-feira (13). Na votação do órgão, a decisão foi unânime, com todos os diretores sendo a favor da autorização da vacinação nessa faixa etária. A Anvisa afirmou que as vacinas são as mesmas aplicadas em adultos e a imunização será em duas doses em intervalo de 28 dias (assim como aconteceu com os mais velhos). 

Mesmo que o órgão tenha afirmado que a vacina pode ser aplicada em crianças imunossuprimidas, ou seja, crianças com baixa imunidade, todos os outros estados brasileiros decidiram esperar a decisão do Ministério da Saúde. Os únicos estados que ainda não se pronunciaram sobre, não divulgando uma data para o início da vacinação infantil, são: Bahia, Goiás e Maranhão.