A Pfizer está planejando solicitar à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a autorização para vacinar bebês a partir de 6 meses até crianças de 5 anos utilizando a vacina contra Covid-19. A farmacêutica está organizando a documentação para contatar a Anvisa, segundo informou o jornal O Globo nesta quinta-feira (23). 

A iniciativa tem relação com o que aconteceu nos Estados Unidos na última semana. A Pfizer conseguiu a aprovação do imunizante para esse público com a Food and Drug Administration (FDA), a agência reguladora do país. Para o Brasil, a farmacêutica alega que o esquema vacinal contém três doses, levando em consideração o estudo realizado enquanto a variante Ômicron era hegemônica. 

Na pesquisa, houve a análise de 1678 crianças com idade inferior a 5 anos e com no mínimo 6 meses de idade, o que serve de base para a solicitação à Anvisa. Segundo a Pfizer, a vacina é segura para bebês e crianças, além de ser eficaz na proteção contra a infecção pelo coronavírus.

No entanto, ainda não existe uma previsão para que o pedido da farmacêutica seja feito no Brasil. Não há, também, uma estimativa de quando chegariam doses voltadas a esse público em nosso território. Além da Pfizer, a empresa Zodiac, que administra a vacina Moderna em nosso país, disse ao jornal O Globo que também solicitará aprovação para a vacina de bebês acima de 6 meses até adultos no Brasil.