A mudança de tempo, que tem afetado todo o Brasil, também é responsável por inúmeras doenças respiratórias. Casos de gripes e resfriados aumentaram drasticamente nas últimas semanas, assim como crises de rinite e sinusite. A congestão nasal, um dos sintomas mais comuns, geralmente ocorre quando os vasos sanguíneos do nariz ficam inflamados.

Também acontece quando há excesso de produção de muco, fazendo com que a região fique congestionada e dificulte a respiração. Pensando nisso, o ‘VivaBem UOL’ contatou Ricardo Dolci, otorrinolaringologista da Clínica Dolci (SP) e professor da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. O especialista alertou pessoas com histórico alérgico e sugeriu o uso de soro fisiológico.

“As pessoas com histórico alérgico devem ter atenção redobrada à saúde do nariz, sempre lavando as cavidades nasais com soro fisiológico, umidificando o ar do ambiente nos dias secos e fugindo dos agentes causadores das alergias, como poeira, mofo, produtos químicos e cheiros fortes. Quanto menor o número de crises alérgicas, menores serão as chances de desenvolver pólipos”, disse.

Para ter uma boa respiração e deixar a mucosa hidratada, é recomendado lavar o nariz com soro fisiológico diariamente ou sempre que sentir o clima seco. Além disso, também é importante manter a higiene pessoal e dos ambientes. Outra dica é evitar lugares sem ventilação e com muitas pessoas aglomeradas. Por fim, se alimentar bem e de forma saudável.