arrow_drop_down
search
Botafogo busca enxugar sua folha para enfrentar crise econômica

Notícias: Mais notícias

Notícias Botafogo

Botafogo busca enxugar sua folha para enfrentar crise econômica; Carli puxa fila para mais 2 prováveis saídas ainda em junho

Além de reduzir sua folha pelo grave momento financeiro, clube de General Severiano acaba também deixando caminho livre para sua transição para o projeto de S/A

Bolavip

Botafogo busca enxugar sua folha para enfrentar crise econômica

Botafogo busca enxugar sua folha para enfrentar crise econômica

Rescisão: essa é a palavra da moda e mais usada no Botafogo ultimamente. Nesta semana, o clube rescindiu o contrato do argentino Joel Carli e não deve parar por aí. O zagueiro, que gozava de prestígio e liderança no clube, acabou tendo seu ciclo encerrado no Fogão devido ao seu alto salário. Com vencimentos na casa dos R$ 200 mil, já não era mais titular absoluto e vai gerar uma economia de cerca de R$ 4 milhões ao Alvinegro

Em entrevistas recentes, Carlos Augusto Montenegro também citou outros jogadores que podem ter o mesmo caminho de Carli. Bochecha já foi negociado com o Juventude. O atleta ficou com 15% dos seus direitos, enquanto Botafogo e Juventude ficaram com 42,5% cada. O meia Leandrinho foi colocado como “fora dos planos” pelo dirigente e pode ser negociado.

Cícero deve ser o próximo medalhão do Botafogo a deixar o clube. Foto: Vitor Silva/Botafogo

O meia Cícero, um dos mais altos salários do elenco, também tem situação parecida com Carli. Internamente, o clube já trabalha com alguma forma de buscar uma rescisão amigável e diminuir sua folha salarial. 

Marcus Vinícius, que estava emprestado ao Botafogo SP, tem o contrato se encerrando no próximo dia 30 e não permanecerá no clube, o que representará um alívio de cerca de R$ 120 mil aos cofres da equipe.

Jogadores com contrato até dezembro:

Diego Cavalieri, Marcinho, Igor Cássio, Fernando, Bruno Nazário, Diego Cavalieri, Gabriel Cortez, Guilherme Santos, Helerson, Lucas Campos, Luiz Otávio, Ruan Renato, Saulo e Honda.

Honda é o único que, aparentemente, terá situação tranquila para permanecer em 2021. O japonês já usou suas redes sociais para manifestar o desejo e vontade de seguir no clube na próxima temporada. 

 

Além de reduzir sua folha pelo grave momento financeiro que vive, o clube de General Severiano acaba também deixando caminho livre para sua transição para o projeto de S/A. Com tantos contratos se encerrando até o fim do ano, o torcedor alvinegro já torce e espera que aconteça um melhor planejamento e contratações para o futuro do clube.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.