arrow_drop_down
search
Foto: Getty Images

Futebol Grêmio

Visado nas janelas, Matheus Henrique ressuscita tema de propostas: "Tenho o sonho de jogar na Europa"; volante é blindado por multa de R$ 515 milhões

Em entrevista à rádio Grenal, camisa 7 deixou claro que o assunto fica para seus empresário, mas até o momento o Grêmio não recebeu oferta alguma de times do exterior

Bolavip

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Um dos clubes mais célebres no quesito revelar grandes craques do futebol no Brasil certamente é o Grêmio. Nomes como Arthur, Douglas Costa, Tetê são só alguns exemplos de guris oriundos do Imortal e que hoje se destacam no cenário internacional. Renato Portaluppi faz questão de enfatizar o sucesso da poderosa safra do CT Luiz Carvalho, que, no time atual tricolor, conta com mais nomes que prometem render milhões e milhões aos cofres do clube.

São os casos de Jean Pyerre, Pepê, Darlan, Rildo, Elias e Matheus Henrique. O camisa 7 vem sendo uma das referências do Grêmio nas últimas temporadas e constantemente é lembrado por Tite nas convocações para a Seleção Brasileira. Em 2020, o meio-campista do Grêmio ficou longe dos holofotes no que diz respeito a sondagens de times estrangeiros.

Com multa acima de R$ 500 milhões, Matheus Henrique se diz tranquilo no Grêmio e desconversa sobre Europa (FOTO: LUCAS UEBEL/GRÊMIO)

Everton "Cebolinha" - até se transferir para o Benfica -, Jean Pyerre e Pepê foram os personagens do clube tricolor que mais atraíram a Europa mesmo em pandemia, enquanto que o camisa 7 pôde ficar mais focado em brilhar no time titular. Em entrevista à Rádio Grenal, há pouco, Matheusinho, como é chamado, deixou claro que ainda sonha, sim, em jogar no Velho Continente, porém não quer precipitar sua trajetória. 

O objetivo por agora é fazer história no Grêmio. "Tenho o sonho sim de jogar na Europa, mas, particularmente, nunca veio nada pra mim. Sempre deixei claro que sou muito feliz aqui no Grêmio", declarou Matheus, que tem contrato até dezembro de 2023 e uma multa rescisória de 80 milhões de euros (R$ 515 milhões na cotação atual).

Em abril do ano passado, o presidente Romildo Bolzan admitiu que o volante de 23 anos foi sondado por clubes italianos, mas sem revelar quais. O Real Madrid, o Bayern de Munique e o Manchester City chegaram a consultar o estafe do meio-campista em 2019, mas sem propor ofertas ao clube gaúcho. 

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.