arrow_drop_down
search
GettyImages

Futebol Palmeiras

Valdivia destila veneno em entrevista e detona presidente do Palmeiras por problemas extracampo: "Esse é burro de verdade"

"El Mago" abriu o jogo durante entrevista para o apresentador Benjamin Back, dos canais Fox Sports; as declarações do meio-campista renderam muita repercussão nas redes sociais, principalmente da torcida do Verdão, carente de um camisa 10 confiável

Bolavip

GettyImages

GettyImages

Mesmo dividindo opiniões entre os torcedores, Valdivia está, sem dúvida, na história do Palmeiras. O chileno jogou muita bola com a camisa do Verdão, mas foi atrapalhado por muitas lesões e algumas polêmicas fora de campo. Por outro lado, ele é muito identificado com boa parte dos torcedores e muitos gostariam de vê-lo novamente com a camisa do Verdão no time atual. 

 

Na noite do último sábado (30), a entrevista que o medalhão concedeu ao apresentador Benjamin Back foi ao ar nos canais Fox Sports e rendeu bastante repercussão nas redes sociais. Uma das curiosidades mais marcantes foi o atleta explicando o pedido da torcida palmeirense para eliminar o Corinthians quando ele atuava pelo Colo Colo-CHI, pelas oitavas de final da Libertadores de 2018. 

Getty Images

Na ocasião, o camisa 10 era o principal destaque do clube chileno e o confronto diante do Corinthians era considerado, para a maioria da imprensa nacional, uma barbada. Muitos já indicavam um dérbi nas quartas de final, já que o Palmeiras aguardava o vencedor da eliminatória. “A torcida do Palmeiras invadiu minhas redes sociais pedindo para eliminar os caras. Tive uma alegria gigante. Estádio lotado, torcida me xingando, maravilha. Foi diferente, especial", lembrou Valdivia. 

Em outro instante da entrevista, “Mago” aproveitou, como é de praxe, para cutucar a atual comunicação do Verdão por não postar nada relevante durante suas passagens que teve pelo clube. Não sei se o pessoal da comunicação tem problema comigo. Não sou citado em nada. Nem parabéns. Gostaria que, pelos 7 anos que passei, ser lembrado. Independente de qualquer coisa, sou palmeirense. Que não esqueçam", alfinetou o meia, hoje no Monarcas Morelia, do México. 

Após duas passagens - de 2006 a 2008 e 2010 a 2015 -, Valdivia não descartou um retorno ao Palmeiras, mas ressaltou que não depende só dele. O meia de 36 anos revelou que atuar pelo Alviverde é ir do céu ao inferno em pouco tempo. “Me perguntam se quero voltar. Claro que quero! Mas, dependendo de como falar, começam a publicar que estou me oferecendo. A identificação com a torcida é enorme. Sinto o carinho. Sinto que me querem. Vou ser sempre agradecido por isso. Uma palavra que significa o Palmeiras é difícil. Tem muita coisa. Quase fui espancado e depois o estádio gritando meu nome. Palmeiras é isso, aqui em baixo, em cima. É paixão, amor. Os melhores anos da minha vida de futebol foram no Palmeiras.” 

 

Ainda durante entrevista, Valdivia contou alguns episódios de quando esteve no Palmeiras e fez referências a personagens da época. O ex-presidente Arnaldo Tirone, que ficou marcado por aparecer em foto na praia em meio ao rebaixamento do clube para a Série B em 2012, foi alvo do Mago. "Nunca vou esquecer da foto dele na praia. (...) Esse (Tirone) é burro de verdade. Às vezes, falo brincando, mas ele é burro de verdade. A gente na Série B e ele na praia, lendo jornal. Esse era burro de verdade".

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.