Foto: Divulgação/SPFC

Futebol: Mais notícias

Futebol São Paulo

São Paulo irá diminuir investimento no futebol e define estratégia para novas contratações

Sem muito dinheiro em caixa, a diretoria são-paulina muda o planejamento para o ano que vem e irá diminuir o investimento no futebol do clube em 2020.

Bolavip

Foto: Divulgação/SPFC

Foto: Divulgação/SPFC

Apesar de ter conseguido sucesso no objetivo da temporada - a classificação para a Libertadores - o São Paulo vive momentos de incertezas para 2020. A diretoria do Tricolor paulista já decretou que precisa vender jovens jogadores na próxima temporada e Antony é o mais cotado para ser negociado. O atacante está sendo cobiçado pelo RB Leipzig e Borussia Dortmund, ambos da Alemanha. 

O jornalista Jorge Nicola informou na tarde desta sexta-feira (06) que o investimento no futebol do clube irá diminuir em cerca de R$ 32 milhões para o próximo ano. Com isso, o principal objetivo é manter a base do elenco e a forma como será a busca de contratações foram definidas: o SPFC só terá condições de trazer atletas que estão livres no mercado ou sem espaço em outros times. 

Reforços de renome estão descartados nesse primeiro momento no Morumbi. Fernando Diniz, que ficou garantido para 2020, deseja a chegada de um atacante de velocidade, mas, sem dinheiro, os dirigentes são-paulinos já disseram ao treinador sobre a dificuldade para fechar esse tipo de transação. Outra estratégia do clube paulista é envolver jogadores que não deram certo no negócio. 

Alexandre Pato não tem futuro garantido no próximo ano e pode ser usado como moeda de troca. O problema é que será bastante improvável que algum time rival tenha interesse em ter o atacante, já que o astro está muito abaixo tecnicamente e não vem jogando regularmente. Vale lembrar que em 2020, o jogador irá passar a receber R$ 1 milhão mensalmente, valor que foi acordado quando o artilheiro foi contratado.

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.