arrow_drop_down
search
São Paulo insiste em Lucas Pratto

Futebol São Paulo

São Paulo insiste em Pratto e River Plate dá resposta imediata por negociação; atacante está em baixa na Argentina

Jogador teve passagem pelo Morumbi em 2017 e desde que saiu, em 2018, é sondado pelo Tricolor; atacante não vive bom momento no clube 'hermano'

Bolavip

São Paulo insiste em Lucas Pratto

São Paulo insiste em Lucas Pratto

O São Paulo tenta deixar para trás a má impressão criada pelo desempenho no Campeonato Paulista, onde foi eliminado pelo modesto Mirassol nas quartas de final da competição. Após a queda no Estadual, a torcida são-paulina protestou em frente ao CT da Barra Funda e nas redes sociais, pedindo a saída de membros da diretoria e até do técnico Fernando Diniz.

No entanto, o treinador foi "bancado" pelo executivo de futebol do clube, Alexandre Pássaro, em comum acordo com Raí, coordenador técnico do Tricolor, assim sendo mantido no cargo. Com o Paulistão fazendo parte do passado, o São Paulo foca no Campeonato Brasileiro e se prepara para a sua estreia na competição diante do Fortaleza, quinta-feira (13), no Morumbi.

Buscando um melhor rendimento no restante da temporada, a direção do clube segue atenta ao mercado da bola e tenta reforçar a equipe comandada por Fernando Diniz. Para isso, um velho conhecido voltou à pauta; em baixa no River Plate, Lucas Pratto se tornou alvo do São Paulo, mas, de acordo com o jornalista Hernán Castillo, da TNT Sports Argentina, o negócio não avançou.

Apesar de não estar em seu melhor momento, o jogador ainda conta com uma certa confiança da diretoria do time argentino, que sequer quis ouvir a proposta dos brasileiros e deu as negociações por encerrada. Vale ressaltar que no início do ano, o River pagou ao Tricolor cerca de 4 milhões de euros (R$ 18 milhões à época) pela compra de Pratto, em 2018.

Pelo investimento feito no atacante, o River Plate se recusa a negociá-lo por um valor abaixo do que foi pago. Porém, a má fase do atleta dificulta que esse objetivo seja concluído. O Atlético-MG é um forte concorrente na disputa e ofertou 3 milhões de euros (18,9  milhões na cotação atual), mas também não teve êxito junto aos argentinos.

Temas:

Leia também


Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.