arrow_drop_down
search
Zé Eduardo: destaque no Campeonato Mineiro (Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro/Divulgação)

Futebol Cruzeiro

Sem recursos, Cruzeiro terá reforços 'caseiros' em 2020; 9 jogadores podem retornar ao clube e suprir carências do elenco

O técnico Enderson Moreira aguarda por reforços pontuais no Cruzeiro, que observa a evolução de jogadores emprestados

Bolavip

Zé Eduardo: destaque no Campeonato Mineiro (Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro/Divulgação)

Zé Eduardo: destaque no Campeonato Mineiro (Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro/Divulgação)

O Cruzeiro viverá um recomeço após o retorno das atividades no futebol brasileiro. Em meio à suspensão dos jogos por conta da pandemia de coronavírus, o técnico Enderson Moreira foi contratado para o lugar de Adilson Batista e, na primeira reunião que teve com a diretoria, deixou claro o desejo de contar com reforços pontuais para qualificar o time.

Ultrapassando problemas financeiros, o Cabuloso e vê nos jogadores emprestados uma boa alternativa. De acordo com publicação do site Globoesporte.com, na manhã desta terça-feira (24), nove jogadores, com diferentes situações contratuais, se tornam opção para retornar à Toca da Raposa e minimizar os investimentos. Os nomes podem suprir as carências já apontadas.

Patrick Brey: opção para lateral-esquerdo e meio de campo (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro/Divulgação)

Para a lateral-esquerda, função que Adilson já cobrava um reforço, são duas alternativas. No Villa Nova está atuando Victor Luiz, que tem contrato até o final de 2020 e já foi emprestado anteriormente para Londrina, Tombense, Helsinque (Finlândia). Na Ferroviária, disputando o Campeonato Paulista, o defensor Patrick Brey, que também atua no meio de campo, acumula oito atuações, tendo subido para a Série A com o Coritiba em 2019. Seu vínculo em Belo Horizonte vai até abril de 2021, com a opção de ser estendido por mais duas temporadas.

Ainda para o meio de campo, Luiz Fernando está cedido ao América-RN até 28 de junho, data que coincide com o término de seu contrato no Cruzeiro. Situação parecida é vivida pelo atacante Joel, emprestado ao Marítimo, de Portugal, até o final de seu vínculo, em 13 de junho. Também opção para o ataque, Cesinha é outro que está no América-RN, mas é ligado ao Cruzeiro até dezembro.

No Villa Nova, assim como Victor Luiz, estão dois jovens jovens atacantes. Laércio, de 21 anos, pertence ao Cabuloso até o final de 2022 e soma um gol em cinco atuações no Campeonato Mineiro. Já Zé Eduardo, de 20 anos, tem se destacado, somando quatro bolas na rede em cinco atuações. Seu vínculo vai até o início de 2023.

Para o gol, Lucas França, que entrou em campo apenas uma vez pelo Ceará, onde está desde o ano passado, segue com contrato até o fim de 2021. Já para a defesa, Manoel está emprestado, mas não deve retornar. O zagueiro atua no Trabzonspor, da Turquia, e só volta à Toca caso a equipe não ative a opção de renovação por mais dois anos, que terá ao fim da temporada europeia.

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.