arrow_drop_down
search
Rogério Ceni detalha os motivos que levaram o Fortaleza a sofrer o primeiro revés no Brasileirão

Futebol Fortaleza

Rogério Ceni detalha os motivos que levaram o Fortaleza à derrota na estreia do Brasileirão: "Erros foram fundamentais"

 Chateado com mais uma derrota, Rogério Ceni não gostou do que viu e apontou os erros que fizeram a equipe sair derrotada para o Athletico dentro da Arena Castelão

Bolavip

Rogério Ceni detalha os motivos que levaram o Fortaleza a sofrer o primeiro revés no Brasileirão

Rogério Ceni detalha os motivos que levaram o Fortaleza a sofrer o primeiro revés no Brasileirão

O Fortaleza sofreu o seu segundo revés consecutivo em menos de 10 dias. Após ser derrotado pelo Ceará na semifinal da Copa do Nordeste por 1 a 0, o Tricolor do Pici, que tem como objetivo fazer uma campanha ainda melhor que na temporada passada no Brasileirão, foi derrotado pelo Athletico, neste sábado (8), no estádio Castelão, por 2 a 0, logo na estreia. O resultado e os erros da equipe durante os 90 minutos deixaram o técnico Rogério Ceni assustado. Visivelmente chateado na coletiva após a partida, o comandante do Leão elencou os motivos que contribuíram para que o time cearense fosse derrotado logo na primeira rodada do nacional. 

 

 


“O time tem sempre garra e vontade. Acho que tivemos alguns erros grotescos que foram fundamentais. O jogo foi parelho, as duas equipes trabalharam bem a bola, mas tivemos erros que foram fundamentais nos gols. Tiveram erros de bola nosso, bobeiras que fez com que o Athletico tivesse a vantagem, mais a expulsão do Quintero. Às vezes você erra, mas recupera, hoje tivemos chances de tirar as duas bolas dos gols, mas não deu certo”, avaliou Ceni.

 

Usando força máxima e apostando na velocidade da equipe e na intensa troca de passes até o gol adversário, que é a principal característica do time cearense, a estratégia não funcionou como planejado. Ceni afirmou que por mais que o estilo de jogo do seu time ainda seja efetivo, o Tricolor esbarrou na qualidade do Furacão e acabou  não oferecendo nenhum perigo para a defesa adversária.

 

 

O Fortaleza foi derrotado pelo Ceará neste sábado (8), na Arena Castelão. Foto: Divulgação

“Encaixamos bem o jogo contra o Sport, contra o Ceará. Eles se fecharam o tempo todo. Hoje, nós também tentamos propor o jogo, mas é lógico que encontramos uma equipe mais qualificada e que também propõe o jogo. Os gols eram completamente evitáveis, então é um misto tanto de mérito deles e erro nosso para que eles fizessem os gols”, completou.

 

Sem tanto tempo para avaliar os erros, o Fortaleza volta a campo na quinta-feira (13), às 19h15, contra o São Paulo no Morumbi, pela segunda rodada do Brasileirão. A partida marca o reencontro do treinador do Leão com o estádio e clube onde conquistou vários títulos e ganhou o status de ídolo.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.