arrow_drop_down
search
Após reunião, relação entre Santos e Sampaoli esfria e clube tem dois nomes no radar, segundo PVC

Futebol Santos

Após reunião, relação entre Santos e Sampaoli esfria e clube tem dois nomes no radar, segundo PVC

Com as negociações com o argentino num estágio complicado, o Peixe vira o alvo para o mercado e já define substitutos em caso de saída de Sampaoli

Bolavip

Após reunião, relação entre Santos e Sampaoli esfria e clube tem dois nomes no radar, segundo PVC

Após reunião, relação entre Santos e Sampaoli esfria e clube tem dois nomes no radar, segundo PVC

Com a vaga na próxima edição da Copa Libertadores da América conquistada através do vice-campeonato do Brasileirão, o Santos ainda não sabe se renovará com o técnico Jorge Sampaoli. Apos reuniões, o treinador teria pedido um valor de investimento no futebol próximo aos R$ 100 milhões, algo que estaria totalmente fora do orçamento do clube da Vila Belmiro e, por isso, a renovação poderá não acontecer.

Sendo assim, o Peixe começa a pensar em alternativas e o primeiro nome que se apresenta é do também argentino Ariel Holan. Campeão da Copa Sul-Americana em 2017, o treinador foi sondado antes do acerto com Jorge Sampaoli, e acabou não fechando com o clube, na reta final de 2018. Segundo informa o jornalista PVC, em seu blog no site 'UOL', a contratação do profissional poderá ocorrer caso Sampaoli não fique. 

 

O empresário de Holan, Fernando Hidalgo, deu sinal verde para a negociação, mesmo que as partes ainda não tenham conversado sobre o assunto. "O Santos é o vice-campeão brasileiro. Quem não quer dirigir uma equipe desse porte. Além disso, um time treinado por um ano inteiro por Jorge Sampaoli só pode ser uma equipe bem trabalhada. Todos têm interesse em trabalhar num clube assim e Ariel não é diferente", relatou o agente.

O Santos tem convicção que quer seguir na linha de nomes argentinos e, por isso, o nome de Sebastian Beccacece é outro que poderá comandar o clube da Vila Belmiro em 2020 em caso de não permanência de Sampaoli. Os dois trabalharam juntos, com o atual treinador santista no comando da comissão técnica e Beccacece como seu auxiliar, no início da carreira.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.