Cinco meses após ser anunciado como novo reforço do Zenit, Yuri Alberto pode deixar a Rússia de volta ao Internacional, hoje comandado por Mano Menezes. A informação procede do colunista Eduardo Gabardo, do portal GZH. Nesta terça-feira (21), a Fifa divulgou comunicado em que informa que todos os jogadores estrangeiros que atuam no Leste Europeu, mais precisamente no território russo e na Ucrânia, estão autorizados a suspender os contratos com os seus clubes até junho de 2023.

O centroavante de 21 anos sequer retornou a São Petesburgo para a pré-temporada do Zenit, que fará amistoso contra o Nizhny Novgorod. Yuri Alberto segue no Brasil e vem treinando à parte com um preparador físico particular. "Nos bastidores, a informação que o Inter tem é de que Yuri Alberto está considerando seriamente a possibilidade de atuar no Brasil no segundo semestre", informa Gabardo em sua coluna.

Um dos motivos é que o Zenit está impossibilitado de disputar a próxima edição da Champions League, já que a Fifa impôs sanções aos clubes da Rússia devido à guerra com o país vizinho. Segundo Gabardo, o Inter não seria o único interessado no Brasil em Yuri Alberto, revelado nas categorias de base do Santos. 

Na reportagem, não há os outros clubes identificados, porém a expectativa é que o staff do atacante seja consultado constantemente até 18 de julho, data em que a janela de transferências no Brasil se reabre. "Vários clubes já fizeram contato com o staff do atleta. É claro que a relação com o Inter pode pesar", complementa Gabardo. 

Pelo Zenit, Yuri chegou à Rússia e já comprovou o status de titular. Foi peça importante do time, que se sagrou campeão local na última temporada. O centroavante marcou seis gols e deu três assistências em 14 partidas. Pelo Inter, disputou 85 jogos, com 31 gols marcados e o vice-campeonato brasileiro em 2020 como melhor resultado.