arrow_drop_down
search
Quique Setién deve ser demitido e Barça já conversa com 2 treinadores

Futebol: Mais notícias

Futebol Gerais

Quique Setién não suporta pressão, deve ser demitido e Barcelona define dois treinadores favoritos para assumir comando da equipe

Clube catalão piorou após o retorno do Campeonato Espanhol e existe grande pressão para troca de comando no Camp Nou nos próximos dias

Bolavip

Quique Setién deve ser demitido e Barça já conversa com 2 treinadores

Quique Setién deve ser demitido e Barça já conversa com 2 treinadores

O Barcelona não vem jogando bem desde o retorno do Campeonato Espanhol. Antes líder, o time de Messi já está dois pontos atrás do Real Madrid e a pressão está toda em cima do treinador Quique Setién. A imprensa vem informando que o comandante não consegue falar a mesma língua com os líderes da equipe e sua demissão está próxima de acontecer. 

De acordo com o portal “GOAL”, o espanhol deve acertar a rescisão contratual no final da temporada. A decisão já seria de conhecimento da maioria dos profissionais do Barça e não há chance de acontecer uma reviravolta. O método de trabalho do técnico não agrada e o relacionamento com a maioria dos atletas já está muito desgastado. 

Ainda de acordo com a reportagem, dois nomes se tornam favoritos para assumir o comando do gigante espanhol no próximo ano: García Pimienta, treinador do time B, e Xavi, um dos maiores ídolos do clube. As conversas com a dupla já teriam sido iniciadas, mas ainda não existe uma negociação mais avançada. Isso só deve acontecer com a saída de Quique Setién. 

Perder “La Liga” para o maior rival será considerado um fracasso na Catalunha. Desde a dura derrota para o Liverpool, na semifinal da Champions League da temporada passada, o time não consegue fazer uma sequência de bons jogos e a torcida vem cobrando bastante um melhor desempenho. Uma reformulação pode ser necessária e o mercado do Barcelona promete ser muito agitado. 

 

Arthur já foi vendido à Juventus e só vai esperar o final das competições para deixar oficialmente o elenco. O meio-campista brasileiro gostaria de ficar, mas houve uma grande pressão por parte da diretoria para o negócio acontecer. O jogador ficou chateado com a condução do negócio, mas decidiu fechar com o time italiano.  

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.