arrow_drop_down
search
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Futebol Santos

Pará toma decisão sobre seu futuro e empresário comunica ao Santos; Vladimir coloca proposta na mesa do presidente

Defensor possui contrato até o fim de 2020; arqueiro negocia permanência no Peixe

Bolavip

Foto: Ivan Storti/Santos FC

Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos contraria todas as expectativas criadas em cima do time dentro da temporada. A chegada de Jesualdo Ferreira, um técnico português e com o currículo recheado de títulos, deu aos torcedores a esperança de dias melhores após a saída de Jorge Sampaoli. No entanto, não foi isso que aconteceu e o treinador foi demitido após o Campeonato Paulista.

Quando tudo parecia fora do lugar e sem solução, a diretoria santista apostou em um velho conhecido e Cuca, pelo menos dentro de campo, vem tendo bons resultados. Com um elenco limitado e com muitos garotos, o treinador colocou o time da Vila Belmiro na parte de cima da tabela do Brasileirão e líder geral da Libertadores, classificado para o mata-mata.

Entretanto, ainda que as coisas dentro do campo estejam caminhando bem, fora dele a nova diretoria se desdobra para diminuir os danos causados por má adminstração. O primeiro passo, além de pagar as dívidas, é garantir a permanência de jogadores considerados importantes. De acordo com plublicação do portal Esporte News Mundo, Pará deve ter seu contrato renovado.

Foto: Ivan Storti/Santos FC

Nos últimos dias, representantes do atleta se reuniram com o Peixe para discutir os termos contratuais (ainda mantidos em sigilo). Ainda na gestão Peres, a ideia era prorrogar o compromisso do lateral-direito por mais um ano. No entanto, as conversas foram paralisadas por conta do afastando do mandatário.

Outro que pode ter sua permanência na Vila Belmiro por um tempo é o goleiro Vladimir. Com conversas mais adiantadas, o arqueiro foi quem fez a proposta para o clube e pretende ampliar o compromisso com o Alvinegro até o fim do Brasileirão, em fevereiro. Tanto a proposta de Pará, quanto a de Vladimir, terá de passar por aprovação do Conselho.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.