Palmeiras sonda ídolo para substituir Mattos; Sampaoli pede salário alto

Futebol: Mais notícias

Futebol Palmeiras

Palmeiras sonda ídolo para substituir Mattos; Sampaoli pede salário alto

O Palmeiras inicia sua reformulação em meio a reta final da temporada e o presidente Mauricio Galiotte busca a contratação de técnico e diretor de futebol já para o início de 2020

Bolavip

Palmeiras sonda ídolo para substituir Mattos; Sampaoli pede salário alto

Palmeiras sonda ídolo para substituir Mattos; Sampaoli pede salário alto

O Palmeiras iniciou a última semana da temporada sem dois nomes fortes em seu futebol. Após a derrota para o Flamengo, por 3x1, no Allianz Parque, o clube confirmou as demissões do técnico Mano Menezes e do diretor executivo de futebol Alexandre Mattos. Em meio as muitas especulações, a alta cúpula alviverde traça o planejamento para 2020 e estuda alguns nomes no mercado.

 

De olho em um substituto para Alexandre Mattos, que deixou o clube após quase cinco anos - sua chegada ocorreu em janeiro de 2015, o Verdão sondou um velho conhecido da torcida para o cargo. De acordo com informação do jornalista Fabio Sormani, dos canais FOX Sports, um dos alvos na mesa do Palmeiras é o ex-goleiro Emerson Leão, vestiu a camisa alviverde de 1967a 1978 e de 1984 a 1986, acumulando duas passagens como treinador, entre 1899-1990 e 2005-2006.

Jorge Sampaoli

Para o lugar de Mano Menezes, as especulações dão conta de que o preferido na Academia de Futebol é Jorge Sampaoli. De acordo com informação do jornalista Jorge Nicola, em seu blog no Yahoo Esportes, o Palmeiras iniciou negociações com o treinador argentino, atualmente no rival Santos, entrando em contato com seu empresário, e se assustou com a alta pedida.

Segundo Nicola, Sampaoli pediu 400 mil euros (cerca de R$ 1,8 milhão) por mês para aceitar fechar o negócio. Além disso, o argentino exige que tais valores sejam livres de impostos, o que aumentaria o custo mensal para R$ 2,3 milhões. Atualmente, o comadante ganha aproximadamente R$ 900 mil no Peixe. No futebol brasileiro, a pedida é considerada exorbitante para um treinador. No Flamengo, o português Jorge Jesus, campeão do Brasileirão e da Libertadores, percebe R$ 1,5 milhão a cada 30 dias.

Temas:

  • Leão
  • Sampaoli
  • Verdão

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.