arrow_drop_down
search
Palmeiras driblou staff de Mina e foi criativo para trazer o xerifão à Academia

Futebol Palmeiras

Palmeiras driblou staff de Mina e foi criativo para trazer o xerifão à Academia: "Nem f... ele vai pra esse time", chegou a dizer o tio

Alexandre Mattos contou como fez para contratar um dos destaques do título do Brasileirão de 2016

Bolavip

Palmeiras driblou staff de Mina e foi criativo para trazer o xerifão à Academia

Palmeiras driblou staff de Mina e foi criativo para trazer o xerifão à Academia

O ex-dirigente do Palmeiras, Alexandre Mattos, foi o grande responsável pela chegada do zagueiro Yerry Mina na Academia de Futebol. Atualmente trabalhando no Atlético-MG, o diretor revelou a dificuldade que teve para acertar com o colombiano e de que forma "driblou" o empresário de Mina para fechar com o defensor.

"Era uma situação muito complexa e a gente tem que ser criativo, usar as armas. Entender o que o Mina, naquele caso, queria. Lembro que o primeiro contato com o tio dele (e empresário, Jair Mina), que hoje é meu amigo, quando eu liguei para ele, ele falou 'o que? Palmeiras? Brasil? Nem f**, mas não vai mesmo. Desculpa, mas o Mina não vai para o Brasil de jeito nenhum'", comentou Mattos.

O dirigente relembra que o empresário do zagueiro desdenhou do Palmeiras pelo clube estar na parte intermediária da tabela do Brasileirão. "Aí ele me mandou a tabela e falou 'deixa eu entender, você quer mandar meu sobrinho para esse time aí?'. Passou uns dias, liguei pra ele e ele recusou de novo, ficou 'no, no, no, no' e aí no meio disso ele falou 'meu sobrinho vai jogar é no Barcelona'. Aí eu peguei o telefone, liguei para o diretor do Barcelona que eu tinha contato muito próximo e, pra minha sorte, o Barça já estava analisando o Mina", revelou.

Foi aí que Mattos intermediu com o Barcelona a contratação de Mina para o Palmeiras, já que propôs a preferência aos espanhóis em caso de saída do colombiano. "'Eu vou ligar para ele, vou dizer que pra ele ir pro Barcelona ele tem que passar pelo Palmeiras e você confirma isso'. Ele falou 'ok, você me dá a preferência e a gente combina isso'", teria dito o dirigente do Barcelona ao palmeirense.

"Aí retornei para ele (tio de Mina) uns dias depois e falei que tinha uma pessoa que queria falar com ele e coloquei o diretor do Barcelona. Aí o diretor falou 'você quer ir para o Barcelona? Então vai para o Palmeiras', aí deu tudo certo", concluiu. Pelo Palmeiras, o zagueiro disputou 48 jogos, marcou 9 gols e conquistou o Brasileirão de 2016.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.