arrow_drop_down
search
Foto: Getty Images

Futebol Atlético-MG

“Ninguém participa de um jantar de máscara”: gerente do Atlético dedura confraternização entre elenco e comissão técnica

A reunião entre amigos serviu para celebrar os 41 anos do gerente Gabriel Andreata e contou com a presença de Jorge Sampaoli e seus auxiliares

Bolavip

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

O Atlético-MG está enfrentando um longo surto de Covid-19 no clube. Desde a última segunda-feira (16), 21 pessoas já testaram positivo para o novo Coronavírus entre jogadores, CT e membros da diretoria. Junior Chávare, diretor da base, também foi contaminado. Os atletas infectados são: Gabriel, Victor, Guga, Réver, Allan, Vargas, Franco e Savinho. Além dos jogadores, Jorge Sampaoli e boa parte da comissão também estão com o Covid.

Alguns boatos de uma possível festa começaram a circular nos bastidores. A informação acabou sendo confirmada por diversos portais e o clima ficou pesado internamente. A diretoria do Galo ficou extremamente incomodada com a festa de aniversário do gerente de futebol Gabriel Andreata em um restaurante de Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte, no início do mês. Haviam pouco mais de 60 presentes no local.

Em contato com a reportagem do GE, Andreata se pronunciou e deu detalhes da confraternização: “É importante esclarecer que a ‘festa’ que todos citam foi um jantar de aniversário em um restaurante que funciona regularmente, não em uma casa de festa. Estiveram presentes amigos próximos e familiares que já convivem juntos. Como todos sabem, ninguém participa de um jantar de máscara, mas seguimos todos os cuidados de distanciamento”

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

“É fundamental deixar claro que não há nenhuma comprovação de que o vírus tenha se espalhado nesse encontro, já que nenhum dos familiares presentes apresentaram testes positivos. Lamento que haja um julgamento e condenação sem nenhuma prova concreta. A comissão técnica está preocupada com a situação e trabalhando duro para tentar minimizar os efeitos das baixas na equipe”Lásaro Cândido, VP do Galo, também se posicionou. 

“Chutes, reza... ontem nada resolveu! Vida que segue! Tive contato com pelo menos um dos infectados, mas mantendo o distanciamento e sempre com máscara. Não tenho nenhum sintoma e o primeiro teste deu negativo. Quem trabalha no futebol, em tempos de pandemia, tem que pensar no coletivo. Respeito!", postou em seu Twitter oficial. Sampaoli afirma que que não se lembra quantas pessoas estavam no ambiente, porque ficou pouco tempo no restaurante.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.