arrow_drop_down
search
(Foto: Rubens Chiri/São Paulo/Divulgação)

Futebol São Paulo

Na mira do Real Madrid, Igor Gomes abre o jogo sobre possível saída do São Paulo: "Deixo as coisas acontecerem"

O meio-campista destacou o trabalho com o técnico Fernando Diniz e se manifestou sobre a chance de atuar na Europa

Bolavip

(Foto: Rubens Chiri/São Paulo/Divulgação)

(Foto: Rubens Chiri/São Paulo/Divulgação)

O meio-campista Igor Gomes é um das grandes revelações do São Paulo nas últimas temporadas. Comparado ao ex-jogador e ídolo Kaká, o jovem vem ganhando espaço na equipe do técnico Fernando Diniz e caindo no gosto da torcida do Tricolor Paulista. O bom rendimento já despertou o interesse de grandes equipes do futebol europeu.

Formado em Cotia, o meio-campista vê grande participação do atual treinador em sua ascensão. Em entrevista à jornalista Priscila Senhorães, do Esporte Interativo, o meia foi só elogios ao comandante. "O jeito que penso como ideal de jogar calha muito com o estilo do Diniz. Uma das principais coisas que tenho no meu arsenal é a dinâmica", disse. 

Divulgação/São Paulo

"A velocidade que eu dou no jogo. O meio campo é o coração do time. Se o meio campo do time não está tão bem, a probabilidade de você não ganhar é muito grande", adicionou Igor Gomes, que foi além. "Hoje eu considero o professor Diniz se não o melhor, um dos melhores do Brasil. Na minha carreira é o melhor treinador que já trabalhei. Às vezes nem o jogador sabe que seria capaz de fazer alguma coisa, e ele faz os caras acreditarem", destacou.

O meia também abriu o jogo sobre uma possível saída do São Paulo. O gigante Real Madrid, da Espanha, seria o principal interessado em Igor Gomes, que, assim como todo jovem, tem o desejo de atuar no futebol europeu e disputar a Liga dos Campeões, maior competição de clubes do planeta.

"Não procuro ficar pesquisando sobre isso. É o meu sonho atual, claro, tenho o sonho de jogar a Champions League, defender a Seleção principal. Mas se eu ficar pensando nisso vai me trazer ansiedade, uma preocupação que não é necessária. Estou feliz no São Paulo, com o Diniz de treinador. Deixo as coisas acontecerem", completou.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.