Médico do Vasco acredita em dois meses de paralisação no futebol brasileiro

Futebol: Mais notícias

Futebol Vasco

Médico do Vasco fala sobre coronavírus e faz previsão pessimista para volta das atividades em São Januário

Situação não apresenta sinais de melhora e tendência é que futebol tenha mais períodos de adiamento

Bolavip

Médico do Vasco acredita em dois meses de paralisação no futebol brasileiro

Médico do Vasco acredita em dois meses de paralisação no futebol brasileiro

As atividades do futebol brasileiro seguem paralisadas por conta da pandemia de coronavírus. O Vasco é apenas mais um dos afetados, de forma que não se sabe ao certo quando os torneios estaduais, nacionais e internacionais voltarão a ter bola rolando na temporada.

Sobre o assunto, o médico do Vasco, Márcio Teixeira, falou em entrevista para a Rádio Tupi, replicada pelo site Gazeta Esportiva. "Pra mim, o esporte de alto rendimento não volta antes de 60 dias. Porque a gente vai ficar muito tempo em inatividade. Vai requerer uma mini pré-temporada novamente”, relatou.

O profissional explicou o motivo pelo qual avalia acertada a decisão de paralisar as atividades. “O futebol é um esporte de contato que envolve concentração, o hotel da concentração, as viagens de ônibus, envolve vestiário. O meio do futebol é um meio que tem muita proximidade, aperto de mão", comentou.

Márcio Teixeira ainda relatou de que forma o elenco do Vasco está lidando com a situação. “O Departamento Médico do Vasco preparou uma cartilha bem completa. Ela tem informações sobre atividades físicas diárias. Exercícios que os atletas podem fazer em casa pra manter algum preparo, pra não permanecerem totalmente na inatividade”, concluiu.

Ainda disputando três competições e aguardando pelo início do Campeonato Brasileiro, o Vasco não sabe quando voltará a campo, pois Campeonato Carioca, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana seguem paralisados.

Temas:

Leia também




Comentários

Calendario Partidos

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.