Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG/Divulgação

Futebol: Mais notícias

Futebol Atlético-MG

Jorge Sampaoli bate o martelo após Jô ser apontado como reforço do Atlético-MG; atacante rescinde contrato no Japão

Depois de rescindir seu contrato no futebol japonês, o atacante está livre para retornar ao Brasil e chegou a ser ventilado como alvo do Galo

Bolavip

Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG/Divulgação

Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG/Divulgação

O técnico Jorge Sampaoli aguarda reforços no Atlético-MG e já definiu as posições carentes no elenco. Após montar uma 'barca' de jogadores que não fazem parte dos planos, o argentino espera a chegada de um novo centroavante. Entre os atletas dispensados estão o experiente Ricardo Oliveira e o argentino Franco Di Santo.

Nos últimos dias, um velho conhecido da torcida foi especulado como possível reforço do Galo. De saída do Nagoya Grampus, do Japão, clube com o qual rescindiu contrato, o experiente está livre para assinar com qualquer equipe do futebol brasileiro. No final da manhã desta sexta-feira (22), Ricardo Alencar, apresentar do canal "Galotube" esclareceu a situação.

Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG/Divulgação

O nome de foi levado a Jorge Sampaoli, mas o treinador argentino não deu o aval para a diretoria seguir em frente com as tratativas. De acordo com Alencar, o destino mais provável do centroavante no país é o Corinthians, onde o jogador foi campeão brasileiro em 2017 e deixou saudades nos torcedores.

Com a camisa do Atlético-MG, , atualmente com 33 anos, viveu momentos de glória entre 2012 e 2015. Ao todo, somou 127 jogos, marcando 39 gols. O centroavante foi peça importantes nos títulos da Libertadores, em 2013, da Recopa Sul-Americana e da Copa do Brasil, em 2014, além de duas edições do Campeonato Mineiro (2013 e 2015).

Além da falta de aval de Sampaoli, a situação financeira do Galo também preocupa e dificulta o clube na busca por contratações. Por conta das dificuldades, a diretoria teve que demitir cerca de 50 profissionais. A intenção, segundo a Rádio Itatiaia, é economizar cerca de R$ 10 milhões até o final de 2020.

Temas:

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.