arrow_drop_down
search
(Ivan Storti/SFC)

Futebol Grêmio

Jogador encostado no elenco do Santos é oferecido ao Grêmio e negócio depende da aprovação de Renato

Encostado no Santos, Fernando Uribe é oferecido ao Grêmio e o treinador Renato Portaluppi irá avaliar a negociação. O centroavante recebe algo em torno de R$ 500 mil no Peixe.

Bolavip

(Ivan Storti/SFC)

(Ivan Storti/SFC)

Apesar dos altos e baixos na temporada, Grêmio e Santos estarão na Libertadores do ano que vem. Assim como Jorge Sampaoli, Renato Portaluppi cobrou a diretoria gremista e disse que só gostaria de permanecer no Tricolor gaúcho ano que vem se o elenco tiver com mais qualidade e opções de reforços. Mesmo com o desejo do treinador, a diretoria do Imortal disse que o clube não irá fazer loucura. 

Foto: Santos/FC

Nesse cenário, os empresários do centroavante Fernando Uribe ofereceram o jogador para o Grêmio. O colombiano está encostado no Peixe e não faz partes dos planos do clube da Vila Belmiro para 2020. O atacante gostaria de permanecer no futebol brasileiro e vê o Tricolor com uma grande oportunidade na sua carreira. Para a negociação ser iniciada, depende da aprovação do comandante gremista. As informações foram apuradas por esse repórter. 

Foto: Santos/FC

O artilheiro chegou ao Alvinegro Praiano com grande expectativa depois de uma boa temporada no Fla no ano passado. No entanto, o atleta não conseguiu se adaptar a filosofia de jogo do técnico Sampaoli e está sem espaço no grupo. O presidente santista, José Carlos Peres, aceitará liberá-lo sem dificuldade, já que o jogador recebe um salário girando em torno de R$ 500 mil e os valores são considerados elevados. 

Não é segredo para ninguém que o Imortal procura um centroavante para 2020. André e Diego Tardelli não renderam o esperado e estão cotados para deixar o clube. Até por isso, os representantes de Uribe enxergam a possibilidade de colocar o colombiano no clube gaúcho e, agora, espera uma sinalização positiva. A tendência é que o nome seja passado para Renato Portaluppi nos próximos dias. 

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.