arrow_drop_down
search
Já pensando em 2020, Palmeiras quer ser

Futebol Palmeiras

Já pensando em 2020, Palmeiras quer ser "cirúrgico" no mercado com contratações certeiras

O clube pretende fazer estratégia diferente da utilizada nesta temporada

Bolavip

Já pensando em 2020, Palmeiras quer ser

Já pensando em 2020, Palmeiras quer ser "cirúrgico" no mercado com contratações certeiras

A Sociedade Esportiva Palmeiras já pensa em 2020 e pretende adotar estratégia diferente da que foi utilizada em 2019, quando contratou jogadores "medianos" e manteve o elenco campeão Brasileiro de 2018.

Alexandre Mattos, Cicero Souza e Maurício Galiotte em treino do Palmeiras

A diretoria palmeirense e a comissão técnica se reuniram para traçar o plano para a próxima temporada, visando contratar apenas jogadores de peso, que resolvam as carências do atual elenco comandando por Mano Menezes.

Dirigentes do Palmeiras conversam com Mano em treino do Palmeiras

"Qual foi a maior contratação do Palmeiras? A manutenção do elenco. Foi difícil segurar o Dudu, o Gustavo Gómez, o Weverton, o Bruno Henrique. O Ricardo Goulart, que veio para ser titular, infelizmente lesionou" - destacou Alexandre Mattos, diretor de futebol.

Mattos fez questão de infatizar que a estratégia relacionada a contratações e montagem de elenco é a mesma desde 2015 e analisa o que não deu certo nessa temporada.

"Apostamos em um planejamento de manutenção de elenco, o Palmeiras vinha de bons resultados com o time reserva e priorizamos isso. Tentamos o Goulart, não deu certo. O processo de contratações é o mesmo desde 2015, tem uma demanda técnica, passa para a diretoria para aprovação de negócios e valores, e aí vai para o presidente decidir" - finalizou o diretor.

A promessa é de olhar para a base com mais atenção e alguns nomes começam a surgir como candidatos a serem promovidos ao elenco principal. Os jovens Vinicius Silvestre, Esteves, Pedrão, Patrick de Paula, Gabriel Menino, Veron, Angulo e Artur farão parte da pré-temporada do Verdão e serão analisados por Mano.

"Desde que chegamos esteve na pauta os jogadores da formação do Palmeiras. Não tem nenhuma novidade, a não ser os nomes que começam a aparecer, alguns até de forma natural porque todos estão falando. Outros temos de ver um pouco mais, fazer uma avaliação dentro do grupo, quando as coisas ficam mais claras. Isto que vamos fazer na primeira parte do ano, para ter uma ideia mais objetiva destes atletas jovens, de quem se confirma, quem se sustenta nas suas perspectivas, que são bem positivas" - enfatizou Mano.

Fernando Prass, Jailson, Edu Dracena e Henrique Dourado têm contratos válidos até dezembro e podem fazer parte de "pacotão" de dispensa do Palestra.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.