Inter contesta Conmebol e entrará com recurso contra suspensões

Futebol: Mais notícias

Futebol Internacional

Inter contesta julgamento da Conmebol e entrará com recurso contra suspensões do Gre-Nal: "Houve uma injustiça"

Colorado acredita que entidade organizadora da Libertadores não foi justa em seu veredicto

Bolavip

Inter contesta Conmebol e entrará com recurso contra suspensões

Inter contesta Conmebol e entrará com recurso contra suspensões

O Internacional recebeu na noite desta sexta-feira (22) o resultado das punições pela confusão no clássico Gre-Nal válido pela segunda rodada da Copa Libertadores da América de 2020. Antes da paralisação do futebol, esta foi a última partida disputada pelo Colorado na competição.

O vice-presidente jurídico do Inter, Gustavo Juchem, falou ao portal GaúchaZH que o clube só recorrerá da punição sofrida pelo lateral Moisés, que pode ficar de fora das próximas quarto partidas. "A Conmebol tem um critério que impossibilita que nós possamos recorrer de punições abaixo de três jogos. Com isso, só temos a possibilidade de recurso na punição dada ao Moisés. Não decidimos isso ainda de forma oficial, mas obviamente tentaremos diminuir esta punição", disse.

Segundo Juchem, a punição do zagueiro Victor Cuesta teria sido exagerada. "Acho que houve uma injustiça na punição dada ao Cuesta. Já que as provas de vídeos que apresentamos mostram que não houve agressão por parte do jogador. Sabemos que é muito difícil a absolvição de um jogador que cumprirá apenas a automática", afirmou.

 

Sobre Edenilson (de fora por três partidas) e Bruno Praxedes (automática), o vice jurídico acredita que as punições foram adequadas. "Pelo o que sei, do que foi imposto também aos atletas do Grêmio, penso que, assim como o árbitro tentou equilibrar as expulsões durante o jogo, parece que a Unidade Disciplinar quis punir os dois lados de forma parecida", concluiu.

As punições impostas pela Conmebol ao Inter foram as seguintes:

Moisés - 4 jogos e 3 mil dólares (R$ 16,5 mil)
Edenilson - 3 jogos e 3 mil dólares (R$ 16,5 mil)
Bruno Praxedes - 1 jogo e 1,5 mil dólares (R$ 8,3 milhões)
Victor Cuesta - 1 jogo e 1,5 mil dólares (R$ 8,3 milhões)

Temas:

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.