arrow_drop_down
search
Iniciar o ano do Centenário na Série B é um problema para o Cruzeiro?

Futebol Cruzeiro

Iniciar o ano do Centenário na Série B é um problema para o Cruzeiro? Nem a Covid-19 atrapalha a constelação azul brilhar Brasil adentro

Embora não tenha sido como os cruzeirenses planejavam anos atrás, desafio de disputar a divisão de acesso do Campeonato Brasileiro será do tamanho do clube, que completa 100 anos exatamente em 2021

Bolavip

Iniciar o ano do Centenário na Série B é um problema para o Cruzeiro?

Iniciar o ano do Centenário na Série B é um problema para o Cruzeiro?

O desafio da construção de um novo Cruzeiro, sem dúvidas, é o maior e mais importante da história do clube. Afinal, o peso da camisa não será suficiente para carregar o fardo da renovação de uma imagem que, por quase 100 anos, foi de muita luta, paixão e, principalmente, de conquistas. Não podemos depender apenas disso.

Em pouco menos de dois anos, o mundo parece ter desabado para muitos, mas, aos poucos, a missão vai ganhando formas e estratégias para que o retorno do gigante seja ainda mais especial.

Nessa semana, a CBF confirmou as datas de retorno da Série A e B do Campeonato Brasileiro. O torneio mais importante da temporada celeste vai começar em agosto e tem data prevista para acabar em 30 de janeiro, ou seja, o Cruzeiro irá começar o ano de seu Centenário na Segunda Divisão. Para muitos torcedores, isso é um problema. Na minha opinião, não é demérito.

A fase do Cruzeiro ainda é bastante complicada, porém, as dívidas estão sendo quitadas. Além disso, o clube está aumentando as arrecadações com as doações dos torcedores (já passou os R$ 500 mil até o fechamento desta coluna) e, notoriamente, os conteúdos apresentados à Nação Azul estão dando bons resultados (engajamento).

Enorme legião de cruzeirenses abraça o clube no momento desafiador em quase 100 anos de história (Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

Isso é fundamental para que torcida e Cruzeiro caminhem lado a lado nesse processo tão desafiador, intenso, mas, que acima de tudo, é de muito aprendizado. 

Vale lembrar que o Centenário não é caracterizado por um só dia, mas, sim pelo ano inteiro. O duelo entre Cruzeiro e Cuiabá, pela Série B, no segundo dia de 2021 será tão marcante quanto os dois títulos da Libertadores, os quatro do Campeonato Brasileiro e os seis troféus da Copa do Brasil.

Chegou a hora de ostentar o manto cinco estrelas em cidades por onde jamais passamos ou que as pessoas tinham vontade de nos ver. É apenas uma fase. A zoeira existe e faz parte do futebol. Contudo, voltar no caminho certo me daria orgulho de ter feito parte dessa construção de um novo Cruzeiro. 

Que o Cruzeiro encante Pelotas, Cuiabá, Aracaju, Caxias do Sul e tantas outras cidades do nosso imenso Brasil. A constelação azul vai prevalecer com brio, competência e pés no chão. Assim, tudo valerá a pena. Podem confiar!

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.