Apesar dos elogios do técnico, Pato sequer saiu do banco contra o Santos

Futebol: Mais notícias

Futebol São Paulo

Fernando Diniz elogia Pato, mas prevê time ideal sem o camisa 7 e explica o porquê

Em coletiva após empate contra o Santos, técnico Tricolor disse que o camisa 7 é "genial", mas fez ponderações para justificar seu lugar no banco de reservas

Bolavip

Apesar dos elogios do técnico, Pato sequer saiu do banco contra o Santos

Apesar dos elogios do técnico, Pato sequer saiu do banco contra o Santos

Desde que chegou ao São Paulo, Fernando Diniz divide opiniões. Existe o grupo que aprova seu estilo de jogo arrojado, com muita posse de bola e troca de passes, mas, ao mesmo tempo, o técnico sofre com a resistência de quem enxerga em suas ideias algo pouco concreto, sem muito rigor defensivo e de poucos resultados. As dúvidas não são em vão, afinal, até Diniz lamentou o desempenho do Tricolor sobre seu comando.

Em entrevista coletiva após o empate em 1 a 1 com o Santos na Vila Belmiro, o treinador disse que a pontuação obtida pelo São Paulo é o ponto baixo de seu trabalho até o momento. Em 12 jogos, o tricolor obteve 5 vitórias, 3 empates e 4 derrotas. Como ponto alto, o treinador destacou a evolução no entrosamento com a equipe e a melhoria na posse de bola.

Diniz foi questionado sobre Alexandre Pato e a reserva. De acordo com o treinador, o camisa 7 "é um jogador genial. Pela condição técnica dele, ele já podia estar indo para a terceira Copa (do Mundo). Característica técnica não é. Ele jogou outras partidas e não conseguiu botar para fora esse talento. Fizemos outras opções que acredito que sejam o melhor para o São Paulo no momento". Apesar dos elogios, Diniz não deu oportunidade a Pato no segundo tempo, deixando o atacante no banco durante toda a partida.

Apesar do resultado não ser ruim, afinal, o Santos é o terceiro colocado do campeonato e jogou com a força de sua torcida, não foram poucas as críticas feitas pelos Tricolores à escalação do São Paulo para a partida, especialmente a opção de Jucilei como titular. O técnico também foi questionado pela demora nas substituições e pelo fato de não ter utilizados todas as alterações possíveis.

Temas:

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.