arrow_drop_down
search
Manchester City v Shakhtar Donetsk - UEFA Champions League Group F

Federação dos jogadores protesta logo após Taison ser suspenso por ter reagido a atitudes racistas

O atacante brasileiro, que atualmente defende as cores do Shakhtar Donetsk, foi punido com um jogo de suspensão 

Bolavip

Manchester City v Shakhtar Donetsk - UEFA Champions League Group F

Manchester City v Shakhtar Donetsk - UEFA Champions League Group F (Foto: 2018 Simon Stacpoole/Offside, Offside)

Apesar dos movimentos populares estarem ganhando voz (e força) ao redor do mundo, os insultos racistas dentro dos estádios de futebol parecem não ter fim. Infelizmente episódios como o que foi citado estão voltando a ser rotina em alguns países europeus, dentre eles: Itália, Rússia e Ucrânia. 

Taison, atacante brasileiro que foi convocado para a Copa do Mundo da Rússia em 2018, e que defende as cores do Shakhtar Donetsk, é um dos casos mais decepcionantes dessa enxurrada de tristezas. Após reagir às ofensas no confronto contra Dínamo Kiev, no dia 10 de novembro, o atacante brasileiro foi suspenso durante uma partida do campeonato ucraniano. 

Entretanto, a decisão da Federação Ucraniana de Futebol ascendeu manifestações contrárias à iniciativa de deixar o brasileiro de fora durante uma rodada. A Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol (FIFPro) se manifestou junto a torcedores e, dando voz ao movimento anti-preconceito, personalidades renomadas do mundo futebolístico. 

Recentemente Mario Balotelli, atacante italiano, atualmente atuando no Brescia, também foi vítima de insultos provindos de torcedores. Na ocasião, diante do Hella Verona, até os torcedores, do time que Balotelli defende, criticaram o atleta por ter reagido aos ataques. No Brasil, casos históricos, como o do Tinga, atuando pelo Cruzeiro, ficaram marcados na memória dos brasileiros. Sem esquecer - infelizmente - do episódio ocorrido quando Daniel Alves jogava no Paris Saint Germain (PSG). 

Foto: Simon Stacpoole/Offside

Temas:

  • #racismo #crime #futebol

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.