arrow_drop_down
search
Ex-jogador do Grêmio, Tetê dispara contra Renato e Romildo Bolzan

Futebol: Mais notícias

Futebol Grêmio

Ex-jogador do Grêmio, Tetê dispara contra Renato e Romildo Bolzan: "devem estar com uma orelha de burro em cima da própria cabeça"

Atleta explicou detalhes de sua conturbada saída do Tricolor, em fevereiro de 2019

Bolavip

Ex-jogador do Grêmio, Tetê dispara contra Renato e Romildo Bolzan

Ex-jogador do Grêmio, Tetê dispara contra Renato e Romildo Bolzan

O atacante Tetê era um dos jogadores mais promissores da base do Grêmio há algum tempo. Acumulando convocações para a seleção, era questão de tempo para que o atleta fosse alçado ao grupo profissional. Mas aconteceu justamente o inverso, e o jogador foi negociado sem sequer estrear no time de cima.

Em entrevista para a Rádio Gaúcha, o atacante de 19 anos deu a sua versão dos fatos. "Não tenha dúvida nenhuma de que eu já estava pronto, porque eu cheguei aqui e confirmei. Uma coisa é falar que vai confirmar, outra coisa é confirmar. Muitas pessoas falaram que eu não estava pronto para subir, e agora devem estar com uma orelha de burro em cima da própria cabeça porque não sabem o que falaram antes", disparou Tetê.

Segundo o jogador, o presidente Romildo Bolzan negou uma chance para que ele pudesse treinar com os profissionais, o que motivou a decisão de deixar o clube. "Não queria aumento de salário, não queria nada, queria uma oportunidade para treinar. O presidente falou que no momento não dava. A gente olha para o outro lado e tem uma proposta da Europa pagando o que ia pagar. A gente não tinha como discutir isso. Foi a gota d’água", relembrou.

Além disse, Tetê citou o técnico Renato Portaluppi, que relatou não aceitar carteiraço de empresários para dar oportunidade a qualquer atleta. "Para mim "carteiraço" é outra situação. Única coisa que fiz foi colocar dinheiro no cofre do clube. Torcedor às vezes vê errado por só ver o lado do clube e não o do jogador. Fico muito triste por não ter a valorização que esperava ter", lamentou o jogador.

O atacante ainda comentou que não realizou o sonho de jogar pelo profissional do Grêmio, mas espera voltar no futuro. "Depois de tantos anos vestindo aquela camisa muito grande, fazendo gol, ganhando títulos e sonhando em jogar no profissional e depois dar toda essa situação, a gente fica muito triste", concluiu.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.