arrow_drop_down
search
Foto: Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético / Divulgação

Futebol Atlético Mineiro

Everson responde pedidos da torcida do Atlético por Rafael como titular; goleiro tem confiança de Sampaoli

O goleiro chegou ao Galo a pedido do treinador argentino por conta de seu estilo de jogo e segue prestigiado na posição; muitos atleticanos, no entanto, pedem pela troca na posição

Bolavip

Foto: Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético / Divulgação

Foto: Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético / Divulgação

O goleiro Everson segue com a confiança do técnico Jorge Samapoli no Atlético. Contratado a pedido do argentino, com quem havia trabalhado anteriormente no Santos, o arqueiro tem bom trabalho de bola com os pés, se encaixando nas ideias táticas do comandante. Apesar disso, não caiu completamente no gosto da torcida

A parcela de atleticanos que pede por mudança na posição deseja a entrada de Rafael na equipe. Ex-jogador do rival Cruzeiro, o goleiro foi titular ao longo de 2020 em 17 oportunidades, uma a menos que Everson. Na manhã desta quarta-feira (13), o camisa 31 concedeu entrevista coletiva e respondeu os pedidos da torcida. 

"Eu procuro trabalhar. A gente sabe que a responsabilidade de jogar no Atlético é muito grande. E não só de jogar pelo Atlético, mas pelo grupo de goleiro que nós temos temos. Procuro estar sempre trabalhando, focado", analisou Everson, que ainda vê margem para evolução, mas destaca não ter cometido grandes falhas na equipe.

Foto: Pedro Souza / Atlético / Divulgação
Foto: Pedro Souza / Atlético / Divulgação

"Sei que não tive nenhum erro grotesco que pôde interferir em gol ou resultado, mas sei também que posso trabalhar para melhorar, para que eu posso estar representando muito bem a meta do Atlético. Cabe a mim continuar trabalhando e respeitando meus companheiros de posição, para quem o professor Sampaoli optar, com certeza a equipe estará bem representada", adicionou.

O titular de Sampaoli também lembrou a presença de Victor entre as alternativas na posição. "Como eu sempre frisei: jogar no Galo é uma responsabilidade muito grande. Ainda mais tendo na sua suplência o maior ídolo da história do clube, como goleiro, que é o Victor, e o Rafael também, que é um grande goleiro. O Brasil inteiro sabe da qualidade dele", completou. 

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.