arrow_drop_down
search
Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Futebol Grêmio

Em alta no Grêmio, Matheus Henrique sonha com a Europa e já aponta destino ideal

O camisa 7 abriu o jogo em entrevista ao "Desimpedidos" e avaliou uma possível saída para o Velho Continente; o jovem tem contrato longo e uma alta multa rescisória no Tricolor

Bolavip

Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

O jovem Matheus Henrique é uma das grandes revelações do Grêmio nas últimas temporadas. O volante, que em 2020 assumiu a camisa 7, que já foi do técnico Renato Portaluppi, está em alta no clube e, ao lado do restante do grupo tricolor, vem retomando seu mais alto nível. A equipe já acumula oito vitórias na sequência, de olho nos títulos do Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores.

A boa fase no sul permite que o meio-campista sonhe com uma oportunidade no futebol europeu. Depois de surgir no clube como um "novo Arthur", que foi vendido para o Barcelona, da Espanha, e atualmente está na Juventus, da Itália, Matheus Henrique já se firmou na equipe e acumula convocação para a Seleção Brasileira do técnico Tite.

Em entrevista ao programa "Bolívia Talk Show", do canal "Desimpedidos", do Youtube, o volante abriu o jogo e avaliou o destino ideal no exterior. Com o sonho de jogar na Europa, Matheus Henrique acredita que, por conta da adaptação, o melhor seja chegar ao Velho Continente em um clube mediano, onde possa ter a chance de jogar mais e mostrar talento.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação Matheus Henrique
Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

"Acredito em um bom projeto, para mim e para o Grêmio. Mas acho que chegando em um clube médio, na questão de me adaptar, seria o ideal. A gente vê vários exemplos de jogadores que vão para um time grande, mas não conseguem se adaptar e acabam sendo emprestados, voltando para o Brasil", analisou. 

No entanto, o desejo, obviamente, não impede a saída para um time top de linha, caso ocorra o interesse. "Claro, se vier um clube grande de uma vez, a gente vai dizer que não, que quer um clube médio? A gente sabé, né (risos)", completou Matheus Henrique, que tem contrato com o Grêmio até dezembro de 2023 e uma multa rescisória de 80 milhões de euros (R$ 503,80 milhões). 

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.