arrow_drop_down
search
Foto: Rubens Chiri/Spfc.net

Futebol São Paulo

Eliminar o rival? Liziero e Luan lideram escalação do São Paulo contra o Guarani; Pablo, Pato e Arboleda viram "opções" de Diniz

Partida contra o Guarani, neste domingo (26), pode garantir 1° lugar geral ao Tricolor para a fase mata-mata, mas, por outro lado, derrota na Vila Belmiro tiraria qualquer chance do Corinthians em avançar

Bolavip

Foto: Rubens Chiri/Spfc.net

Foto: Rubens Chiri/Spfc.net

Pois é, José!!! O torcedor do São Paulo estava ansioso. O Tricolor voltaria a campo após cento e tantos dias de inatividade. A galera que veste vermelho, preto e branco não iria ao Morumbi. O Morumbi viria até ela, pelo rádio, pela internet ou televisão – a plataforma que fosse. A expectativa era enorme. O time de Fernando Diniz retornaria como ao Campeonato Paulista? Vencendo e evoluindo como na vitória sobre o Santos, último duelo antes da pandemia?

Pois é, José!!! Não. O Braga, o Bragantino da terra da linguiça, hoje também terra do Red Bull, chegou chegando. Sofreu o gol primeiro e logo reagiu. Virou. Não se abalou ao tomar o empate. E no fim, meteu 3 a 2 no dono da casa, candidato ao título.

Pois é, José!!! O São Paulo, se tivesse vencido na última quinta-feira (23), assumiria a liderança geral do Paulistão. Não assumiu. Perdeu ainda a chance de ganhar uma confiança extra para o mata-mata e a vantagem de decidir em seu estádio contra quem quer que fosse.

Pois é, José!!! O Clube da Fé, se não bastasse, manteve uma pontinha de esperança de classificação. Não! Não! Não a própria classificação. O São Paulo já passou de fase. O rival Corinthians é que não. Na rodada final, o Alvinegro, sim, precisa dos serviços de seu habitual freguês. E olha que o Tricolor já ajudou o Timão - deu uma “mãozaça” pro rival em 2004 ao derrotar o Juventus, com dois gols de Grafite, evitando a queda corintiana para a segundona do Paulista daquele ano.

Hernanes deve ser um dos mais experientes do Tricolor em rodada final da primeira fase do Paulista (Foto: Rubens Chiri/SPFCnet)

Pois é, José!!! Haverá um novo Grafite? O que será escrito, por linhas tortas ou retas, neste fim de semana? O Sampa levanta o moral dos caras, dá aquela força pro Coringão, ou faz corpo mole e entrega a paçoca pro Guarani (o que, convenhamos, seria muito feio, uma vergonha)?

Pois é, José!!! Ninguém mandou vacilar. Agora, ganhando ou perdendo para o Bugre, o bicho vai pegar. Boa parte da torcida ficará insatisfeita, seja lá qual for o resultado, afinal tem gosto para tudo. Fato é que o Tricolor conseguiu se colocar numa sinuca de bico, num mato sem cachorro.

Para o duelo contra o Guarani, Diniz promete colocar um time repleto de reservas. Por vários motivos antes de "querer eliminar indiretamente o rival". Daniel Alves e Tchê Tchê estão fora por terem recebido o terceiro cartão amarelo. Entrarão zerados nas quartas de final provavelmente diante do Mirassol. 

Vitor Bueno, Reinaldo e Bruno Alves também não vão a campo por estarem "pendurados". Se por ventura joguem contra o Guarani e recebam a "tarjeta", perdem a partida do mata-mata. O veterano Juanfran, desgastado, será preservado pela comissão técnica, o que resta somente três titulares sem desculpas - obviamente tirando Tiago Volpi, que deve jogar. 

Pablo, autor de dois gols contra o Bragantino, Alexandre Pato e Arboleda são os únicos sem motivos para ficarem fora de cena. Mas será que Diniz não vai aproveitar a última rodada para dar mais rodagem ao elenco? Por minhas apurações, será exatamente o caso. 

Dessa maneira, a provável escalação do São Paulo será a seguinte: 

Tiago Volpi; Igor Vinícius, Diego Costa, Anderson Martins e Léo; Luan, Liziero e Hernanes; Helinho, Everton e Brenner.

Vale lembrar, José, o Corinthians DEPENDE do resultado do São Paulo para se classificar. A combinação necessária é um tropeço do Guarani diante do Tricolor e uma vitória do rival sobre o Oeste, no mesmo horário. 

Que tal manter a honra e jogar sério domingo na Vila Belmiro? E se, indiretamente, der uma mão para o Mosqueteiro, ressuscitando a equipe de Parque São Jorge/Itaquera, que trate de aniquilá-lo num possível cruzamento logo adiante. Aí, José, fica tudo bem!

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.