Foto: Reprodução

Futebol: Mais notícias

Futebol Vasco

Edmundo se irrita com Leven Siano após acordo divulgado com Yaya Toure: “Não tem legitimidade para contratar”

O ídolo vascaíno não gostou nem um pouco da possível contratação de Yaya Touré e disparou contra o candidato do Cruz-Maltino na eleição no final do ano

Bolavip

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A última quinta-feira (22) foi agitada para os vascaínos. O candidato à presidência do Vasco, Leven Siano, anunciou que se for eleito o meio-campista Yaya Touré será o primeiro reforço para a próxima temporada. Para comprovar a informação, ele divulgou um vídeo do próprio jogador revelando que será jogador do Gigante da Colina se tudo acontecer como foi acordado entre as partes. 

Nesta sexta-feira (22), O ex-atacante do Vascão, Edmundo, criticou fortemente o candidato do clube carioca. Durante participação no programa “Bom Dia Fox”, o comentarista disse que Leven não tem legitimidade nenhuma por ainda não ser presidente e tampouco ter autorização para falar do Cruz-Maltino de forma oficial. A fala do ídolo repercutiu nas redes sociais.

 

Acho que tem uma série de pontos neste vídeo. Primeiro, o candidato não tem legitimidade para contratar. Segundo, a idade que tem o Yaya Touré. Ele está há mais de seis meses sem atuar, e a contratação dele seria só para o ano que vem. E outra, que é o ponto mais emblemático, é o fato de a gente estar num momento tão grave e o candidato aproveitando para fazer campanha para se autopromover. Isso é o que mais me espanta”. 

 

O ex-jogador continuou indo contra negociações com jogadores antes da eleição e disse que o Almirante tem problemas maiores para se preocupar, como salários atrasados e dívidas antigas

Acho que o Vasco tem problemas maiores. O Vasco não paga salários de atletas e funcionários há muito tempo. Se alguém quer o bem do Vasco, acho que essa deveria ser a prioridade, tratar melhor quem está no clube. Agora, na política, as pessoas fazem de tudo para ter a ascensão do seu nome. (...) É inegável que foi um grande jogador, mas, sinceramente, espero que isso não vire moda, que outros candidatos não achem que têm legitimidade para contratar, porque senão o Vasco pode virar motivo de piada”. 

Temas:

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.