arrow_drop_down
search
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Futebol Santos

DM do Santos avisa Cuca sobre entorse e zagueiro deve ficar de fora da final da Libertadores; Laércio é uma das opções do elenco

O Santos volta a campo no domingo (24), às 18h15 (de Brasília), quando recebe o Goiás na Vila Belmiro

Bolavip

Foto: Ivan Storti/Santos FC

Foto: Ivan Storti/Santos FC

Na última rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos optou por entrar com os reservas e acabou saindo derrotado pelo Fortaleza por 2 a 0. A derrota deixa a missão de se aproximar do G4 ainda mais difícil ao Peixe, que ainda sonha em conquistar uma vaga na próxima Libertadores por meio do torneio nacional. Alguns jogadores se destacaram negativamente, como Jean Mota, Laércio e Luiz Felipe. A dupla de zaga não fez um bom jogo.

Cuca reconheceu a superioridade do Fortaleza, mas também apontou alguns defeitos na postura do Santos. “Não é falta de foco. Até porque a Libertadores do pessoal que jogou hoje é esse campeonato, é uma maravilha um menino disputar o Brasileiro. Não tem falta de foco, tem falta de conjunto. Você não vai cobrar de um menino de 17 anos que resolva, estão encaminhando para virarem grandes jogadores”, pontuou o treinador.

Antes mesmo do jogo começar, Alex, que estava entre os titulares, acabou sentindo no aquecimento. O zagueiro havia torcido o joelho direito em um treinamento no Ceará, antes da derrota para o Fortaleza. Agora, Cuca terá mais uma dúvida para a tão esperada final da Libertadores. Alison e Jobson, duas das principais opções do treinador no meio-campo, também não devem jogar. Hoje, Veríssimo e Luan Peres são intocáveis na defesa.

Foto: Ivan Storti/Santos FC
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Sem Alex, substituto natural da dupla, Laércio ganha moral e chega como a terceira opção de Cuca na final. Luan, vale ressaltar, se recupera de uma grave torção no tornozelo direito, sofrida na vitória por 3 a 0 sobre o Boca Juniors. É quem menos preocupa a comissão técnica, mas ainda não está 100%. Alison está com Covid-19 e Jobson rompeu o ligamento cruzado do joelho direito — o período médio de recuperação costuma variar entre seis e oito meses.

Sim (tenho medo de perder mais atletas), mas se eu tiro o Lucas Braga e o Felipe Jonatan, eu tenho mais dificuldade ainda. O Palha, meu lateral, está voltando da Covid-19, não está em condição de jogo. Temos um elenco enxuto, então tenho medido bem, falado com os jogadores sobre como estão se sentindo. A gente tem que ir mesclando, de repente não jogam a próxima, vamos ver. Eu não vejo que o Laércio foi inferior a alguém da zaga”, finalizou Cuca.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.