arrow_drop_down
search
Declaração de Pjanic voltou a repercutir após acerto com o Barcelona.

Futebol: Mais notícias

Futebol Real Madrid

Contratado pelo Barcelona, Pjanic teria feito declaração polêmica envolvendo o Real Madrid: "meu clube favorito"

Envolvido em uma troca entre a Juventus e o Barcelona, que também incluiu o brasileiro Arthur, o bósnio teria teria feito declarações que voltaram a repercutir após desfecho positivo

Bolavip

Declaração de Pjanic voltou a repercutir após acerto com o Barcelona.

Declaração de Pjanic voltou a repercutir após acerto com o Barcelona.

Em evidência nas últimas semanas, Pjanic, que há quase 11 anos, em 2009, então promessa do futebol, fez uma declaração que, à época, pareceu inocente, mas que hoje voltou para assombrá-lo. Conforme publicou o portal Goal, na ocasião, o bósnio se declarou ser torcedor do Real Madrid e ter o desejo de atuar pela equipe em algum momento, mas, hoje, mais de uma década depois, foi contratado pelo Barcelona, maior rival dos merengues.

 

 

"Estou com o Real Madrid desde os dias de Zidane e Ronaldo, quando me apaixonei. Desde então, este tem sido meu clube favorito e sempre será. Quero jogar lá um dia, por que não? Vou trabalhar para isso. Em Lyon tenho muitas coisas boas, mas se tudo correr bem, um dia vou jogar em Madrid", disse ao portal francês Casinoweb, quando ainda jogava pelo Lyon, da França. Em 2019 o meia cehgoua ser especulado no clube, mas nada se concretizou.

 

 

 

Porém, diferentemente do planejado, com os rivais o negócio vingou, nesta segunda-feira (29), a Juventus e o Barcelona confirmaram duas transferências, a do meia Arthur, jogador culé, para o clube de Turim, e a de Pjanic, que vai trocar a Itália pela Espanha, mas não para atuar no clube em que sempre sonhou. 

 

Pjanic teria declarado amor pelo Real Madrid.

 

Após negociações que demoraram alguns dias, os rivais desembolsaram € 60 milhões pelo jogador de 30 anos, que entrou na lista das 50 contratações mais caras do clube.  O sonho que só se realizou muitos anos e dois clubes depois da declaração, que pode ter, ou não, afastado Pjanic de Barcelona.

 

Mesmo com o desejo de atuar pelos merengues, o meia jogou durante cinco temporadas na Roma, depois de deixar o Lyon, em 2011, e, desde 2016, defendia as cores da Juventus, onde ganhou seis títulos, sendo três do Campeonato Italiano. Além disso, o meia também teve o melhor aproveitamento como batedor de faltas na Europa entre 2013 e 2016. E agora, ao invés de reforçar a equipe de seu ídolo Zinedine Zidane, Pjanic vai enfrentá-lo.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.