O Real Madrid passou fácil pelo Espanyol, com goleada por 4 a 0, no Santiago Bernabéu, em jogo que deu aos Merengues o título nacional, neste sábado (30). O duelo contou com os mandantes utilizando escalação alternativa, visando também a disputa da Liga dos Campeões no meio da semana. Três dos quatro gols contaram, inclusive, com participação brasileira.

Os dois primeiros gols do Real Madrid foram marcados por Rodrygo, um deles após receber passe de Marcelo, e o outro com muita classe, após driblar o zagueiro e finalizar no contrapé do goleiro adversário. Na etapa final, ainda deu tempo para Vini Jr. e Benzema, que haviam saído do banco, fazerem outra jogada de parceria, com o brasileiro servindo o francês. O outro gol foi de Asensio, na etapa final.

O triunfo do Real Madrid foi tranquilo. Embora o Espanyol tenha criado chances, especialmente na etapa inicial, com outra boa atuação do goleiro Courtois, o primeiro tempo foi marcado pelo domínio dos mandantes e algumas chances desperdiçadas pelo atacante Mariano Díaz. Depois, com o placar vantajoso, o Madrid dominou ainda mais, com alguns titulares entrando.

Os três pontos obtidos diante do Espanyol permitiram ao Real Madrid ser campeão de La Liga com quatro rodadas de antecedência. Agora, o time treinado por Carlo Ancelotti chegou aos 81 pontos e, mesmo que o Barcelona vença na rodada e chegue aos 66, fica 15 atrás do arquirrival. Com isso, não há mais nenhuma forma de a equipe Merengue ser alcançada.

O troféu significa, também, uma marca importante na carreira de Ancelotti: ele se tornou, agora, o único treinador campeão nacional em todas as cinco grandes ligas da Europa. Antes do Real Madrid, ele já havia vencido na Itália com o Milan; na Inglaterra com o Chelsea; na França com o PSG; e na Alemanha com o Bayern de Munique. 

Além disso, o italiano conseguiu vencer todos os títulos possíveis pelo Real Madrid e pelo Milan, ao menos uma vez. No Bernabéu, esta foi a sexta conquista de Don Carleto: ele já venceu, também, a Copa do Rei, a Liga dos Campeões, a Supercopa da Europa e o Mundial de Clubes na primeira passagem; no retorno, também faturou a Supercopa da Espanha.

Ficha técnica do jogo

Real Madrid 4 x 0 Espanyol

Motivo: 34ª rodada do Campeonato Espanhol
Horário: 11h15 (de Brasília)
Local: estádio Santiago Bernabéu, Madri
Árbitro: Jose Luis Munuera Montero

Real Madrid: Courtois; Lucas Vázquez, Casemiro (Isco), Vallejo e Marcelo; Camavinga (Gila Fuentes), Modric (Kroos) e Ceballos; Asensio, Rodrygo (Vini Jr.) e Mariano Díaz (Benzema). Técnico: Carlo Ancelotti

Espanyol: Diego López; Aleix Vidal, Calero (David López), Sergi Gómez, Cabrera; Yangel Herrera (Fran Mérida), Darder, Melendo (Morlanes) e Tonny Vilhena (Dídac Vila); Puado e Raúl De Tomás (Wu Lei). Técnico: Vicente Moreno

Gols: Rodrygo, aos 33' do 1º tempo (assistência de Marcelo);
Rodrygo, aos 43' do 1º tempo (sem assistência);
Asensio, aos 10' do 2º tempo (assistência de Camavinga);
Benzema, aos 36' do 2º tempo (assistência de Vini Jr.)

Cartões amarelos: Mariano Díaz (RMA, aos 42' do 1º tempo) e Casemiro (RMA, com 1' do 2º tempo)