Campello dá cutucada no Cruzeiro à beira da Série B

Futebol Vasco

Campello retribui 'gentileza' de Zezé Perrella e provoca Cruzeiro à beira da Série B

Em entrevista recente, ex-presidente da Raposa declarou que a desordem em seu clube se assemelhava ao que acontecera no Vasco, o que não agradou os dirigentes em São Januário. Vitória sobre o "desafeto" fez mandatário cruz-maltino tecer comentários ácidos aos mineiros, que poderão cair na próxima rodada

Bolavip

Campello dá cutucada no Cruzeiro à beira da Série B

Campello dá cutucada no Cruzeiro à beira da Série B

A derrota para o Vasco da Gama por 1 a 0, em São Januário, na última segunda-feira (02), deixou o Cruzeiro com um pé na Série B do Campeonato Brasileiro em 2020. Faltando apenas duas rodadas para o encerramento da competição, o time comandado por Adílson Batista encontra-se no 17° lugar com 36 pontos, dois atrás do Ceará. No meio de semana, se perder do Grêmio, em Porto Alegre, e o Vozão ganhar do Corinthians, em Fortaleza, a Raposa estará matematicamente rebaixada.

É claro que a torcida cruz-maltina adorou ver o sofrimento alheio, principalmente de um clube que jamais desceu de divisão. Gritos de "Ão, ão, ão, segunda divisão" foram entoados ao longo da partida e vaias se somavam para o goleiro Fábio, que defendeu o Vasco anteriormente, mas caiu no conceito ao criticar o comportamento da torcida. Outro que pagou a língua foi o ex-presidente da Raposa, Zezé Perrella, que hoje assumiu interinamente o comando do departamento de futebol do clube após a saída de Itair Machado. 

Zezé Perrella foi alvo de cutucada por parte de Campello após vitória do Vasco

Em entrevista recente, Zezé detonou a atual gestão do Cruzeiro que havia transformado o clube "estava a passos largos de virar uma Portuguesa, um Vasco da Gama", declaração que irritou demais os torcedores e dirigentes na Colina. Eis que tudo que vai, volta. Após a vitória em São Januário, Alexandre Campello relembrou as palavras do hoje dirigente cruzeirense e retribiu as "gentilezas". 

“O Vasco não precisa provar nada. O Cruzeiro é um grande clube, mas o Zezé Perrella perdeu uma grande chance de ficar calado. Talvez ele seja mais um daqueles exemplos que, como diria o senador Romário, calado é um poeta. Devia se preocupar mais com as questões pessoais dele e com o próprio Cruzeiro, e não tecer comentários sobre o Vasco”, rebateu Campello.

Enquanto a Raposa caminha agora a passos largos para a Série B, o Vasco está livre do rebaixamento há algum tempo e pode até se classificar para a Libertadores, dependendo dos resultados dos concorrentes. Hoje, o time de Vanderlei Luxemburgo se encontra na 12ª posição com 47 pontos, a seis do Corinthians, oitavo colocado. Na próxima quinta (05), o Cruz-Maltino encara o Bahia, em Salvador. 

Temas:

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.