arrow_drop_down
search
Foto: Ricardo Duarte/Inter

Futebol Internacional

Caetano é acionado nos bastidores e empréstimo de Zeca ao Bahia volta à pauta; contrato é válido somente até dezembro de 2020

Zeca foi envolvido na troca que trouxe ao Rio Grande do Sul Moisés, mas o Inter ainda adquiriu uma porcentagem do jogador

Bolavip

Foto: Ricardo Duarte/Inter

Foto: Ricardo Duarte/Inter

A gestão do atual presidente Marcelo Medeiros, que deixará o clube após quatro anos, acumulou mais uma fracasso em campo na noite da última quarta-feira (18), com a eliminação do Inter para o América-MG nas quartas de final da Copa do Brasil. A queda precoce terá ainda um impacto nas finanças do clube. Em seu orçamento para 2020, o Inter projetou chegar ao menos até as semifinais da competição. Rodrigo Caetano também se tornou alvo de críticas. 

A torcida já está de olho na próxima eleição. O primeiro turno ocorre no dia 26 de novembro, uma quarta-feira, somente aos membros do Conselho Deliberativo. Os dois candidatos mais votados seguem para o segundo turno, com participação do sócio. Antes de deixar o comando do clube, Caetano e Medeiros tentam correr contra o tempo na organização de papeladas e negociações. Atletas emprestados também entraram em pauta nos últimos dias.

Zeca, por exemplo, deve retornar ao Inter em 2021. Caetano foi procurado pela reportagem da Revista Colorada e afirmou que o Bahia ainda não consultou a diretoria gaúcha sobre uma possível prorrogação de vínculo. A negociação entre os times também envolveu Moisés, que tem contrato no Clube do Povo até o final do ano que vem. Devido à pandemia da Covid-19, os torneios nacionais só terão fim em fevereiro, mas os baianos ainda não se posicionaram. 

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O lateral surgiu como grande promessa do futebol brasileiro ao disparar no Santos. Zeca acabou sendo envolvido na negociação por Sasha, vendido ao time da Baixada Santista. O jogador voltou a ganhar os holofotes da imprensa nesta última semana ao falar sobre sua mãe, vítima de um câncer. Em entrevista pós-jogo, o atleta homenageou Lucimara Neves e acabou viralizando nas redes sociais. O defensor estava há dois meses sem jogar. 

Não gosto nem de falar. Estou muito feliz pela oportunidade de poder atuar, ajudar nosso grupo a conquistar os três pontos. Fico emocionado, perdi minha mãe. Foi difícil, muito difícil. Não gosto de falar, foi recente, ainda sinto nos treinamentos e na concentração. Esse gol foi para ela e para minha família toda, meus amigos. Sei que ela está em um lugar melhor, do lado de Deus. Sei que ela está me ajudando. Nem tenho palavras. Sei que um dia estarei do lado dela”.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.