Brigando para não cair, Chape enfrenta o já rebaixado Avaí; Marquinhos Santos nega clima de revanche

Futebol: Mais notícias

Futebol Chapecoense

Brigando para não cair, Chape enfrenta o já rebaixado Avaí; Marquinhos Santos nega clima de revanche

Os catarinenses protagonizaram a final do Estadual desse ano e o Leão venceu nos pênaltis

Bolavip

Brigando para não cair, Chape enfrenta o já rebaixado Avaí; Marquinhos Santos nega clima de revanche

Brigando para não cair, Chape enfrenta o já rebaixado Avaí; Marquinhos Santos nega clima de revanche

A Chapecoense ainda luta contra o rebaixamento no Brasileirão, ainda que as chances sejam mínimas. O Verdão do Oeste não pode pensar em outro resultado que não seja a vitória nas últimas rodadas que lhe resta na competição.

Camilo, um dos articuladores da Chape

No próximo domingo, na Ressacada, a Chape encara um velho conhecido, o Avaí. As equipes protagonizaram a final do Campeonato Catarinense desse ano, onde o Leão levou a melhor em um jogo de muitas polêmicas.

Everaldo, o artilheiro da equipe

A direção da Chape chegou a pedir a anulação da partida, mas não obteve êxito na solicitação. A indignação por parte do Verdão se dá por conta da cobrança de pênalti do lateral Bruno Pacheco, que acertou a bola no travessão e depois no chão, assim dando a entender para a arbitragem que a bola não entrou, o que acabou dando o título ao Avaí.

O técnico Marquinhos Santos nega qualquer tipo de "revanche" para o jogo de domingo, lembrando que o Avaí já está matematicamente rebaixado e a Chape ainda briga para a permanência na Série A.

"Algo que foi comentado no vestiário, mas não foi alimentado. Não é algo que seja fator motivacional para o momento. Têm "N" decisões neste jogo. Temos que honrar da melhor maneira a camisa da Chapecoense,a ainda mais em um clássico com peso estadual, trata-se de um momento crucial para a Chapecoense de ainda brigar pela permanência. Vale muito para a Chapecoense. Tem valor para o Avaí pensando em 2020 e para honrar diante do seu torcedor" - comentou o treinador.

Será um jogo de extremos, onde a Chape encara como decisão e o Avaí, descompromissado, viverá seus últimos momentos na elite do futebol.

"Será um Avaí que não tem mais a responsabilidade na competição, faz um jogo mais solto. Em se tratando de um clássico é diferente e temos que nos portar diferentes. A vitória que nos interessa, respeitando e sabendo a dificuldade que é jogar lá, contra um time que vem pensando em 2020, formando elenco, em um cenário que o futebol catarinense infelizmente briga na parte de baixo da tabela. São duas grandes equipes do futebol brasileiro e do cenário estadual. Caráter de decisão e temos que encarar dessa maneira." - finalizou Marquinhos.

A Chapecoense está na 19ª colocação, com 25 pontos, 11 a menos que o primeiro fora da zona de rebaixamento, o Cruzeiro. O Avaí, já rebaixamento, soma apenas 18 pontos até o momento.

Temas:

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.