arrow_drop_down
search
Meia-atacante é prioridade para diretoria — (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

Futebol Vasco

Benítez ‘abre o coração’ para ficar no Vasco e anima cruz-maltinos: “Quero dar tranquilidade ao torcedor”

O meia-atacante se tornou um líder técnico para a equipe do Gigante da Colina e os torcedores pedem constantemente para a diretoria garantir sua contratação de forma definitiva 

Bolavip

Meia-atacante é prioridade para diretoria — (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

Meia-atacante é prioridade para diretoria — (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

Martín Benítez é o grande xodó da torcida vascaína. O argentino caiu como uma luva no time do Vasco e já é, ao lado de Cano, o principal jogador do clube. O grande problema é o contrato do craque: termina em dezembro e o Independiente só tem interesse em negociá-lo de forma definitiva. Como o Cruz-Maltino está em crise financeira, tem dificuldade para sacramentar a transação.

Para compra-lo, os dirigentes do Vascão precisam desembolsar R$ 22,5 milhões por 60% dos direitos econômicos do atleta. O presidente do clube carioca, Alexandre Campello, tenta levantar essas cifras o quantos antes para não dar chances ao azar e ter concorrentes no final do ano. As conversas com o clube da Argentina já foram iniciadas, mas ainda não existe uma proposta oficial.

Argentino virou xodó dos vascaínos — (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
Argentino virou xodó dos vascaínos — (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Em entrevista ao GE, Benítez demonstrou muita gratidão Gigante da Colina por todo carinho, principalmente do torcedor, e torce pelo acerto para continuar vestindo a camisa do Vasco. O atleta fez questão de agradecer ao José Luis, vice-presidente do clube, e responsável direto por tentar oficializar a contratação do meia-atacante.

Sei que Vasco está fazendo um esforço muito grande para que eu fique. Muito agradecido ao presidente e ao José Luis, vice-presidente que está trabalhando para que eu fique. Também quero dar tranquilidade ao torcedor porque eu vou fazer de tudo para ficar”, explicou.

O argentino também revelou que já conversou com seu empresário seu desejo de permanecer em São Januário. A direção do time argentino aguarda uma oferta oficial do Cruz-Maltino e já deixou avisado está aberto para conversar com outros interessados caso o Vascão não consiga pagar o montante estipulado até o final de dezembro.

Fazer tudo que eu digo é demonstrar em campo que eu quero ficar, creio que a única forma de falar. Falei com meu agente e com o presidente do Vasco que quero ficar. Gostaria muito de ficar aqui por muitos anos. Não falei com ninguém do Independiente, sei sim que tenho contrato (de empréstimo ao Vasco) até 31 de dezembro. Falei com meu agente que diga ao Independiente que quero ficar”, completou.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.