arrow_drop_down
search
Getty Images

Futebol Athletico

Athletico recebe suspensão da Fifa e fica impedido de registrar jogadores por problema envolvendo Rony

Um imbróglio judicial com o Albirex Niigata, do Japão, rendeu punições ao atacante, que está no futebol paulista, e também ao Furacão

Bolavip

Getty Images

Getty Images

A Fifa tomou uma decisão nesta segunda-feira (13) que impacta diretamente ao Athletico. Por conta de um imbróglio judicial envolvendo o atacante Rony, hoje no Palmeiras, e o Albirex Niigata, do Japão, o Furacão foi impedido de registrar jogadores pelas próximas duas janelas de transferências. A decisão cabe recurso na Corte Arbitral do Esporte.

"O Clube Athletico Paranaense, tem que ser banido de registrar novos jogadores, para competições nacionais ou internacionais, pelas próximas duas e consecutivas janelas de transferência", diz o documento divulgado pela entidade. Advogado do Furacão no caso, Marcos Motta, em contato com o blog da jornalista Nadja Mauad, afirmou que irá conversar com a diretoria antes de posicionar.

Diferentemente do que acontece no futebol europeu, no Brasil não existem janelas, mas sim um mecanismo diferente, que prevê inscrição até o mês de setembro. Advogado do Albirex Nigata, Breno Tannuri, explicou o caso. A punição afeta os períodos de contratações de julho e de janeiro de 2020. A expectativa é que o Athletico só possa voltar a contratar a partir da metade de 2021.

Foto: Miguel Locatelli/Site Oficial do Athletico/Divulgação

"São duas janelas de transferência, o que resulta em um ano. Tem a janela agora de julho e a de janeiro. Não vai poder contratar jogadores nem no Brasil e nem fora. Aqui no Brasil você pode registrar jogador até setembro, mas no mundo inteiro só pode registrar nesses períodos. É um questionamento para a CBF, se o Athletico registrar vamos questionar até porque isso foi avisado", disse Tannuri, ao Globoesporte.

Rony, por outro lado, foi suspenso pelo período de quatro meses. Contratado na metade 2018 pelo Athletico, Rony só foi registrado dois meses depois no BID da CBF, contando com liberação da própria Fifa

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.