Após deixar o Vasco, Luxemburgo agradece a torcida

Futebol: Mais notícias

Futebol Vasco da Gama

Após pedido de demissão, Vanderlei Luxemburgo agradece a torcida do Vasco: "Sei que criamos um respeito mútuo"

Vanderlei Luxemburgo agradeceu aos torcedores, funcionários e jogadores do Vasco via Instagram, após não chegar a um acordo com o clube para sua renovação.
 

Bolavip
BolaVip Brasil

Após deixar o Vasco, Luxemburgo agradece a torcida

Após deixar o Vasco, Luxemburgo agradece a torcida

Na tarde desta sexta-feira (13), muitos torcedores vascaínos foram pegos de surpresa com o pedido de demissão do treinador Vanderlei Luxemburgo, de 67 anos, que optou por não seguir no clube em 2020. 

Velho conhecido do futebol brasileiro, Vanderlei assumiu o Cruz-Maltino no início do Campeonato Brasileiro, quando o time não fazia bons jogos e amargurava a zona de rebaixamento. Ao todo, foram 34 jogos: 12 vitórias, 12 empates e 10 derrotas. 

Por via de sua conta do Instagram, o treinador aproveitou para agradecer os torcedores, funcionários e jogadores pelo trabalho feito em 2019. 

Abaixo, o agradecimento completo do treinador:

"Após oito meses e com enorme sentimento de gratidão e respeito, quero agradecer ao CR Vasco da Gama e sua torcida, sei que construímos uma relação calcada em confiança e respeito mútuo. Cada dificuldade nos fortaleceu, mas os gestos de carinho do torcedor para comigo só me fez perceber o quanto o futebol ainda está vivo dentro de todos nós. Parabéns torcida vascaína, vocês nos ajudaram muito na manutenção da equipe na primeira divisão, lugar do Vasco da Gama, quero agradecer também aos funcionários do Clube, aos atletas e a direção, a convivência e o trabalho foram maravilhosos. Saio com o sentimento de ter contribuído para mais um momento importante da vida desse Gigante e a partir desse instante, como acabo de encerrar as negociações para a renovação do contrato, para que cada um possa seguir o seu caminho. Para deixar claro, a minha proposta de renovação, não teve como principal aspecto o lado financeiro. Sei das dificuldades financeiras do Vasco da Gama e fiz uma proposta dentro da realidade que eu entendo não afetar o lado financeiro Clube, porém pelo trabalho realizado esse ano, que para um clube do tamanho do Vasco da Gama foi pouco, sou ambicioso e me permito pensar grande, tenho objetivo de buscar sempre conquistas e títulos, o que me faz pensar no todo, por isso preferi deixar o presidente a vontade. Por responsabilidade sei que o trabalho para 2020 começa imediatamente, não posso deixar essa situação se arrastar e prejudicar o Vasco. Muito obrigado a todos."

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.