Levir Culpi anuncia aposentadoria como treinador de futebol 

Futebol: Mais notícias

Futebol Personalidades

Após mais de 30 anos atuando como treinador, Levir Culpi anuncia aposentadoria para dedicar mais tempo à família e à saúde

Nesta segunda-feira (16), o então ex-técnico declarou que não há mais brilho nos olhos pelo futebol. Levir pretende ficar mais perto dos netos e viajar com a esposa.

Bolavip

Levir Culpi anuncia aposentadoria como treinador de futebol 

Levir Culpi anuncia aposentadoria como treinador de futebol 

Levir Culpi é consagrado no cenário futebolístico brasileiro, mesmo que nos últimos anos estivesse um tanto quanto apagado. O veterano com mais de 30 anos de experiência na beira dos gramados decidiu deixar de se dedicar ao futebol, pelo menos até o momento. Com 66 anos de idade, anunciou aposentadoria e justificou a decisão ao admitir a vontade de passar mais tempo com a família. 

Levir Culpi põe fim a carreira vitoriosa dentro do futebol

"Não estou mais com meu olho brilhando, assim, como eu tinha até esse ano. A situação está definida. Eu encerrei a minha carreira. Agora chega, vou cuidar dos meus netinhos. Quero ver se aposento a minha mulher. Ela é uma patricinha que trabalha o dia inteiro. Esses dias fiquei pensando, olhei para a minha idade, tenho 66 anos. Está ótimo", exclamou ao ser entrevistado pelo Grupo Globo, em um evento realizado nesta segunda-feira (16), no Mineirão. 

O então ex-treinador de futebol começou a se dedicar na modalidade bem cedo, mas começou sua jornada dentro das quatro linhas, como jogador de futebol profissional. Como comandante, iniciou a carreira no Caxias do Sul, em 1985. Conseguiu firmar seu trabalho e passou a ter sucesso também no Sudeste do país, em especial nos rivais Cruzeiro e Atlético Mineiro, vindo a ser dispensado da sua última missão em meados da última temporada - estava no Galo na ocasião. 

Haja estante para guardar todos os títulos. Uma das poucas pessoas queridas por duas torcidas apaixonadas, mas que não simpatizam uma com a outra de jeito nenhum. Com o Galo e com a Raposa, o então técnico conquistou desde estaduais, passando por brasileiros, chegando até a Recopa Sul-Americana. Também ganhou títulos no Athletico Paranaense, no São Paulo, no Criciúma, dentre alguns outros. Sua última conquista foi em 2016, pelo Fluminense, no triunfo da Primeira Liga. 
 

Temas:

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.