arrow_drop_down
search
Foto: Estevão Germano / América / Divulgação

Futebol Grêmio

Após eliminar Inter, Lisca quer treinar o Grêmio e tem acordo com Renato: "Se um dia ele sair, me deixa no lugar"

O irreverente treinador, atualmente no Coelho, deixou o rival gremista pelo caminho na Copa do Brasil e foi um dos assuntos mais comentados na web na última semana

Bolavip

Foto: Estevão Germano / América / Divulgação

Foto: Estevão Germano / América / Divulgação

O último meio de semana foi positivo para os gremistas na Copa do Brasil. Depois de vencer pela segunda vez o Cuiabá, na tarde de quarta-feira (18), garantindo vaga na semifinal da Copa do Brasil, o Tricolor Gaúcho viu o rival Internacional ser eliminado pelo América-MG nas cobranças de pênaltis, depois de perder por 1x0 em casa e vencer pelo mesmo placar em Minas Gerais.

Um dos personagens da eliminação colorada no torneio mata-mata foi o técnico Lisca. O comandante do América-MG, gaúcho de Porto Alegre, atualmente com 48 anos, já se tornou um personagem do futebol brasileiro. Realizando um bom trabalho no Coelho, ele não esconde o desejo de treinar o Grêmio no futuro.

Em entrevista à Rádio Gre-Nal, o treinador, inclusive, brincou ter um acordo com Renato Portaluppi para o futuro. “Eu gostaria muito de trabalhar no Grêmio. Um dia eu vou trabalhar. Eu sou muito amigo do Renato e já combinei com ele: se um dia ele resolver sair, ele me deixa no lugar arrumando a casa, e quando quiser voltar é só me ligar", comentou. 

Foto: Mourão Panda / América / Divulgação Lisca
Foto: Mourão Panda / América / Divulgação

Na Copa do Brasil, o América-MG de Lisca terá pela frente o Palmeiras na semifinal, enquanto que o Grêmio irá duelar com o São Paulo, que eliminou o Flamengo. "Quero enfrentar ele (Renato) na final”, afirmou o treinador do Coelho. Os jogos da próxima fase estão marcados para 23 e 30 de dezembro, com o sorteio dos mandos de campo agendado para a próxima terça-feira (24).

Em alta no América-MG, Lisca já começa a entrar no radar de clubes grandes do país. Em 2016, o técnico uma curta passagem pelo Inter que durou apenas três jogos, não conseguindo livrar o clube do rebaixamento. Já no Grêmio, Renato Portaluppi teve seu contrato renovado até o final da temporada, em fevereiro, e só deve voltar a negociar uma nova extensão em 2021

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.